Bolsa de Lisboa negoceia em alta com brilho da família EDP

A bolsa de Lisboa negoceia em alta, com a família EDP a protagonizar os ganhos mais expressivos da sessão. Do outro lado da linha de água, destaque para a pressão do BCP e da Galp Energia.

A bolsa de Lisboa arrancou a penúltima sessão da semana em terreno positivo, em linha com as demais praças europeias. A EDP Renováveis e a EDP estão a subir mais de 2% e 1%, respetivamente, animando a praça nacional. Pelo contrário, a Galp Energia e o BCP negoceiam no vermelho, travando ganhos mais expressivos no índice de referência português.

O PSI-20 soma 0,68%, para 5.560,040 pontos, enquanto o Stoxx 600 avança 0,35%, para 481,37 pontos. Pela Europa, o francês CAC-40 sobe 0,47%, para 7.075,54 pontos; o alemão DAX ganha 0,27%, para 15.920,48 pontos; e o espanhol IBEX-35 valoriza 0,22%, para 8.811,10 pontos. Isto, apesar de os investidores continuarem preocupados com o agravamento da crise pandémica.

Em Lisboa, a família EDP brilha. Os títulos da casa-mãe do grupo estão a valorizar 1,06%, para 4,866 euros, e os da subsidiária EDP Renováveis ganham 2,56%, para 22,40 euros. As ações beneficiam do facto de a EDP ter sido recentemente colocada na lista de ações favoritas para investir do CaixaBank/BPI.

Destaque ainda para os CTT, cujas ações sobem 1,05%, para 4,32 euros. Já entre as papeleiras, os títulos da Altri valorizam 0,7%, para 5,065 euros; os da Navigator somam 0,38%, para 3,21 euros; e os da Semapa avançam 0,68%, para 11,8 euros.

No retalho, as ações da Jerónimo Martins sobem 0,21%, para 19,545 euros, enquanto as da Sonae caem 0,35%, para 0,9880 euros.

De volta à energia, mas do outro lado da linha de água, as ações da Greenvolt recuam 0,16%, para 6,090 euros, e as da Galp Energia perdem 0,61%, para 8,75 euros, num dia em que o Brent regista perdas ligeiras, em torno de 0,04%. No vermelho está também o BCP, cujos títulos caem 0,54%, para 0,1485 euros, impedindo ganhos mais expressivos na bolsa de Lisboa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bolsa de Lisboa negoceia em alta com brilho da família EDP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião