Vacinas deverão ter prazo de validade de nove meses para quem entra na UE

A Comissão Europeia vai propor que seja imposto um prazo de validade de nove meses para as vacinas contra a Covid-19 em viagens efetuadas para dentro da UE.

A Comissão Europeia vai propor esta quinta-feira que as vacinas contra a Covid-19 tenham um prazo de validade de nove meses para viajantes que queiram entrar na União Europeia. A notícia é avançada pela Bloomberg, o que sugere que serão necessárias doses de reforço.

O Executivo comunitário vai ainda propor que os Estados-membros continuem a aceitar todos os viajantes inoculados com vacinas aprovadas pelo regulador europeu. Esta decisão surge numa altura em que os governos europeus pressionam Bruxelas para suavizar as diferenças nas regras, dado que há já alguns países a adotarem abordagens diferentes relativamente ao período de duração das vacinas, bem como relativamente às doses de reforço.

Quanto aos não vacinados, estes deverão, ainda assim, passar a ser submetidos a mais testes, pelo que a Comissão Europeia rejeita adotar medidas específicas para esta população, tal como foi feito na Áustria ou na Alemanha.

Além disso, a Comissão Europeia vai também recomendar também que, a partir de 10 de janeiro, se aceite a entrada na União Europeia de todos os viajantes vacinados com vacinas aprovadas pela Organização Mundial de Saúde.

Com os casos a aumentarem um pouco por toda a Europa, Bruxelas está ainda a ponderar deixar de publicar, a partir de 1 de março, a lista de países onde os viajantes são permitidos, independentemente do estado vacinal. O objetivo é permitir que a partir dessa data os viajantes vacinados e recuperados, e que sejam portadores de certificado digital da UE ou um passe semelhante, possam entrar no bloco comunitário.

(Notícia atualizada pela última vez às 11h19)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Vacinas deverão ter prazo de validade de nove meses para quem entra na UE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião