Temido pede desculpa depois de dizer que é preciso contratar médicos mais resilientes

  • ECO
  • 25 Novembro 2021

A ministra, visivelmente emocionada, acabou por pedir desculpa depois de ter dito que a resiliência é um aspeto tão importante como as competências técnicas na contratação de profissionais de saúde.

A ministra da Saúde pediu desculpa depois de ter defendido, no dia anterior no parlamento, que uma das soluções para resolver a falta de médicos no Serviço Nacional de Saúde (SNS) é contratar profissionais de saúde mais resilientes. As declarações da governante geraram polémica e mereceram resposta de um sindicato.

“Se causei uma má interpretação peço desculpa por isso, genuinamente e do fundo do coração”, disse Marta Temido, esta quinta-feira, em declarações aos jornalistas. A governante acrescentou que “não disse em momento nenhum que é preciso recrutar profissionais [de saúde] mais resilientes. Disse que é necessário que todos façamos um investimento em mais resiliência, sobretudo quem trabalha em áreas tão exigentes como a da saúde”.

De acordo com a CNN Portugal, mais de 400 médicos abandonaram os hospitais públicos desde maio, altura em que foi levantada proibição de sair do SNS, que foi imposta durante o período de estado de emergência.

Em reação à notícia, numa audição na Comissão Parlamentar de Saúde, a ministra da Saúde disse na quarta-feira que a resiliência também deve ser um favor a ter em conta na contratação de profissionais de saúde: “É bom que todos nós, como sociedade, pensemos nas expectativas e na seleção destes profissionais, porque, por ventura, outros aspetos como a resiliência são tão importantes como as competências técnicas”, disse a ministra.

As declarações da ministra foram fortemente criticadas pelo Sindicato Independente dos Médicos (SIM): “É uma imperdoável ofensa que os médicos portugueses exaustos por centenas de horas extraordinárias não mais perdoarão“, escreveu num comunicado.

Na mesma nota, o SIM sublinha que as declarações de Marta Temido passaram “a linha vermelha”. “Afirmar que têm de ser contratados médicos mais resilientes é uma imperdoável ofensa que os médicos portugueses”, sublinha o sindicato.

(Atualizado com as declarações da ministra às 19h45)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Temido pede desculpa depois de dizer que é preciso contratar médicos mais resilientes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião