De “vacina” a “orçamento”, estas são as dez candidatas a palavra do ano de 2021

  • ECO
  • 1 Dezembro 2021

A lista deste ano é "fortemente marcada pela realidade pandémica e pelos seus impactos no tecido económico e social", frisa Porto Editora. E também há termos relacionados com a política na "corrida".

A Porto Editora divulgou, esta quarta-feira, as dez candidatas a Palavra do Ano. Num ano marcado pela crise pandémica e por todas as suas consequências, a lista não podia deixar de refletir isso mesmo, constando dela, por exemplo, as palavras “vacina” e “teletrabalho”. Há também termos relacionados com a política, como “orçamento”, depois de a proposta de Orçamento do Estado para 2022 ter sido chumbada pelo Parlamento, de forma inédita na democracia portuguesa

A lista das candidatas à Palavra do Ano é definida por uma equipa de linguistas e lexicólogos, com base nas sugestões dos portugueses, mas também nas pesquisas efetuadas na Infopedia e num trabalho de acompanhamento da realidade da língua portuguesa. Em comunicado, a Porto Editora explica que a lista deste ano é “fortemente marcada pela realidade pandémica e pelos seus impactos no tecido económico e social”, havendo “ainda espaço para as questões políticas que marcaram este ano”.

A votação para eleger a Palavra do Ano estará aberta até 31 de dezembro em www.palavradoano.pt e a grande vencedora será divulgada nos primeiros dias de janeiro de 2022.

As dez palavras que estão na “corrida” (e as respetivas justificações, segundo a Porto Editora) são estas:

  1. Apagão

    “Este termo foi usado para descrever o período em que milhões de utilizadores ficaram sem acesso às principais redes sociais, com impacto social e económico a nível mundial.”

  2. Bazuca

    “Esta palavra foi utilizada pelo primeiro-ministro António Costa para designar o pacote de ajuda europeu destinado a fomentar a recuperação da economia, na sequência da pandemia.”

  3. Criptomoeda

    “As moedas virtuais encriptadas multiplicam-se e crescem em popularidade e valor, o que tem levado vários países a estudar mecanismos de regulamentação das mesmas”.

  4. Mobilidade

    “O agravamento do trânsito automóvel (especialmente nos centros urbanos) e a preocupação com a sustentabilidade e acessibilidade dos transportes originaram múltiplos debates sobre a mobilidade.”

  5. Moratória

    “Criadas pelo Governo em março de 2020, as moratórias de crédito ajudaram muitas famílias e empresas afetadas pelo impacto da pandemia da Covid-19.”

  6. Orçamento

    “A rejeição da proposta de orçamento do Estado para 2022 no Parlamento levou o Presidente da República a dissolver a Assembleia, convocando eleições antecipadas.”

  7. Podcast

    “O podcast ganhou popularidade entre os portugueses e têm-se multiplicado os novos conteúdos difundidos neste formato.”

  8. Resiliência

    “O impacto da pandemia na saúde, economia e bem-estar, a par das sucessivas medidas tomadas no seu combate, colocaram à prova a resiliência dos portugueses.”

  9. Teletrabalho

    “Tradicionalmente associado a empresas do setor tecnológico, o teletrabalho foi determinante para assegurar a continuidade de diversas atividades económicas no contexto pandémico.”

  10. Vacina

    “Desenvolvidas em tempo recorde, as vacinas tornaram-se a maior arma contra a Covid-19 e Portugal é um dos líderes mundiais na sua inoculação”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

De “vacina” a “orçamento”, estas são as dez candidatas a palavra do ano de 2021

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião