EDP Renováveis e LS Electric chegam a acordo para desenvolver projetos na Coreia do Sul

  • Lusa
  • 1 Dezembro 2021

"Esta aliança também vai permitir à EDP Renováveis contar com o apoio da LS ELECTRIC no envolvimento com as comunidades próximas dos locais dos projetos", explica EDP.

A EDP Renováveis chegou a acordo com a LS Electric, líder mundial de soluções inteligentes de energia, para a promoção conjunta de projetos de energia renovável na Coreia do Sul.

Em comunicado, a EDP, que detém 74,98% da EDP Renováveis (EDPR), refere que o memorando de entendimento agora assinado marca o início das negociações para o desenvolvimento de projetos de energias renováveis na Coreia do Sul, prevendo também a cooperação na oferta de produtos e soluções, tanto em projetos neste país asiático, como internacionais.

Esta aliança também vai permitir à EDPR contar com o apoio da LS ELECTRIC no envolvimento com as comunidades próximas dos locais dos projetos”, sustenta o mesmo comunicado.

A EDP acentua ainda que a parceria agora firmada é mais um sinal da ambição internacional da EDPR e do seu empenho em continuar a expandir a sua presença global e acelerar a execução de oportunidades no continente asiático.

Neste contexto, sublinha que “a Coreia do Sul já provou ser um ator chave na transição energética, uma vez que o seu Governo se compromete a atingir a neutralidade carbónica até 2050”.

Recorde-se que em junho, a EDPR e a Ocean Winds (OW) anunciaram durante o “South Korea-Spain Digitalization and Sustainability Business Forum”, a assinatura de um acordo de investimento não vinculativo de 100 milhões de dólares, através do qual pretendem desenvolver centrais solares fotovoltaicas e eólicas offshore de grande escala no país. O objetivo da EDPR é desenvolver um complexo fotovoltaico de 200MW em Goheung, província de Jeolla do Sul.

A EDPR é o quarto maior produtor mundial de energias renováveis. Em fevereiro, durante a conferência de imprensa para a apresentação do plano estratégico da energética da EDP para 2021-2025, o presidente executivo, Miguel Stilwell d’Andrade, anunciou que o grupo prevê um investimento de 1.200 milhões de euros, 5% do total previsto de 24.000 milhões até 2025, em novos mercados asiáticos, como, por exemplo, no Vietname, Coreia do Sul, ou Japão.

A LS Electric concentra a sua atividade na potência e automação e lidera a indústria de soluções inteligentes de energia a nível mundial. A empresa opera três centros de I&D na Coreia do Sul e um na China, quatro fábricas na Coreia do Sul e duas na China e uma no Vietname, detendo ainda 20 empresas e filiais em todo o mundo, incluindo nos Estados Unidos, Japão e Países Baixos. Entre os planos da empresa está a abertura de uma nova filial em Espanha para fornecer serviços de armazenamento de energia ao negócio da energia solar.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

EDP Renováveis e LS Electric chegam a acordo para desenvolver projetos na Coreia do Sul

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião