Yellen pronta para deixar de descrever inflação como “transitória”

A secretária do Tesouro dos EUA admite que o termo transitório "não é uma descrição adequada" do que o país está a enfrentar, em termos de inflação.

Depois dos alertas deixados pelo presidente da Reserva Federal norte-americana sobre a inflação, a secretária do Tesouro dos EUA aderiu à mensagem: Janet Yellen diz estar pronta para deixar de usar a palavra “transitória” para descrever o atual estado da inflação que se regista atualmente nos Estados Unidos.

“Estou pronta para reformar a palavra transitório. Posso concordar que essa não é uma descrição adequada do que estamos a enfrentar“, admitiu Yellen, numa conferência da Reuters esta quinta-feira.

Estas declarações surgem após Jerome Powell, presidente da Fed, ter também alertado para a incerteza que rodeia a inflação, que ganha uma nova dimensão com o surgimento de uma nova variante do coronavírus. Powell admitiu a possibilidade de que a inflação não recue no segundo semestre do ano que vem, como muitos analistas esperam.

Os dados mais recentes, do Departamento do Trabalho norte-americano, revelaram que o índice de preços no consumidor subiu 6,2% nos 12 meses até outubro, o maior avanço anual desde novembro de 1990. Esta evolução terá estado relacionada com os problemas nas cadeias de distribuição em todo o mundo, segundo sinalizou Yellen.

A secretária do Tesouro dos EUA salientou também que o banco central norte-americano deveria estar atento ao aumento dos salários, para evitar uma “espiral salários-preços” prejudicial como aquela que foi registada na década de 1970.

(Notícia atualizada às 16h20)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Yellen pronta para deixar de descrever inflação como “transitória”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião