Nasdaq desce quase 2%. Semana volátil em Wall Street com Ómicron

Os três índices registaram perdas semanais (Nasdaq com -2,6% e o S&P com -1,2%), sendo que o Dow Jones (-0,9% na semana) acumula quatro quedas semanais consecutivas.

Os principais índices norte-americanos desvalorizaram esta sexta-feira, fechando no mesmo tom negativo que marcou toda a semana por causa da subida de casos e a incerteza sobre a variante Ómicron. A negociação desta sexta-feira foi também penalizada por números do mercado de trabalho que ficaram aquém do esperado.

No início desta sexta-feira os índices até arrancaram no verde, mas acabaram por inverter na última sessão de uma semana volátil em Wall Street. O Dow Jones desvalorizou 0,17% para os 34.580,08 pontos, o S&P 500 cedeu 0,84% para os 4.538,43 pontos e o Nasdaq caiu 1,92% para os 15.085,47 pontos.

Os três índices registaram perdas semanais (Nasdaq com -2,6% e o S&P com -1,2%), sendo que o Dow Jones (-0,9% na semana) acumula quatro quedas semanais consecutivas.

Em relação ao mercado de trabalho, o número de postos de trabalho aumentou em 210 mil em novembro — abaixo dos 550 mil empregados esperados pelos economistas —, de acordo com os dados do Departamento do Trabalho norte-americano divulgados esta sexta-feira. A taxa de desemprego diminuiu para 4,2%, o valor mais baixo desde fevereiro de 2020.

A incerteza sobre a recuperação económica perante estes dados e o agravamento da situação pandémica na maioria dos países ocidentes abalou os investidores. As cotadas mais sensíveis às restrições da pandemia, como é o caso de hotéis e companhias aéreas ou empresas de cruzeiros, lideraram as perdas esta semana.

Mas nesta sessão nem as tecnológicas se salvaram, com a Tesla a cair 6,5% e a Zoom (que até tinha beneficiado bastante da Covid-19) a desvalorizar 4%. A Apple, a Alphabet (ex-Google), a Meta (ex-Facebook), a Microsoft e a Amazon também caíram.

É de notar que o índice que mede a volatilidade (VIX) disparou para lá dos 30 pontos pela primeira vez em dez meses e essa incerteza manteve-se na sessão desta sexta-feira com os investidores a digerir os dados do emprego.

Fora do radar dos investidores está a preocupação recorrente com o financiamento da dívida norte-americana. O Senado, controlado pelos democratas, passou uma lei para financiar o Governo até meio de fevereiro, evitando o risco de um shutdown e o potencial incumprimento das responsabilidades financeiras do Estado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nasdaq desce quase 2%. Semana volátil em Wall Street com Ómicron

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião