Finanças quer recrutar externamente 200 trabalhadores para reforçar AT

É o primeiro recrutamento externo para a AT na última década, anunciou António Mendonça Mendes, secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Fiscais, na tomada de posse da Ordem dos Contabilistas.

O Governo autorizou esta semana a abertura de um processo de recrutamento externo de 200 trabalhadores para a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT). É o “primeiro recrutamento externo para a AT na última década, e que deve significar o retomar de um recrutamento regular de quadros altamente especializados”, anunciou António Mendonça Mendes, secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Fiscais.

A decisão, conhecida durante a tomada de posse da Ordem dos Contabilistas Certificados, é justificada com a necessidade de “capacitar” a AT, dando-lhes meios humanos para combater a fuga ao fisco.

“Trata-se de um recrutamento de profissionais altamente qualificados para os serviços centrais, que visa reforçar, essencialmente, as áreas de informática, da Unidade de Grandes Contribuintes, do combate à fraude, da troca de informações internacionais e de controlo do comércio internacional, na componente aduaneira“, explica o secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Fiscais.

“Continuaremos a apostar nos novos canais de comunicação com a AT, privilegiando o atendimento telefónico e o atendimento via e-balcão e Portal das Finanças, que disponibiliza centenas de serviços eletrónicos”, diz António Mendonça Mendes, mas, ressalva, “não abdicamos da presença no terreno, através dos serviços locais de finanças, para os quais devemos continuar a apostar no atendimento com marcação prévia, condição essencial para termos um atendimento mais eficaz, preparado e qualificado.”

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Finanças quer recrutar externamente 200 trabalhadores para reforçar AT

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião