Improove funde-se com a Impact e quer duplicar equipa em Portugal

A fusão é descrita com "um passo estratégico no sentido de manter a dianteira num mercado de alta competição". Nova empresa passa a ter 350 colaboradores em todo o mundo, 50 dos quais em Portugal.

A Improove vai fundir-se com a Impact, um “passo estratégico” para “manter a dianteira num mercado de alta competição” como o comércio eletrónico. A empresa resultante da operação, que adotará a designação Impact, será a “maior agência de comércio eletrónico independente a nível europeu”. Nos próximos dois anos, quer duplicar em Portugal o número de colaboradores, dos atuais 50 para 100.

“Com esta fusão passamos a ter em Portugal 50 colaboradores. Pretendemos duplicar a equipa nos próximos dois anos“, adianta José Balça, sócio-gerente da Improove em Portugal, em declarações à Pessoas.

A fusão é descrita com “um passo estratégico no sentido de manter a dianteira num mercado de alta competição”, informa numa nota de imprensa. “A união das duas empresas e respetivos talentos permite assegurar a cobertura de todas as principais plataformas tecnológicas, proporcionando ainda a atração de mais talento de topo para contribuir para a inovação das experiências comerciais”, refere a mesma nota.

Em conjunto, a companhia conta agora com mais de 350 colaboradores, 50 dos quais em Portugal — entre especialistas em comércio, engenheiros e designers –, distribuídos pelos sete escritórios em Portugal (Évora e Lisboa), Dinamarca, Suécia e Sérvia. O cofundador da Impact, Kasper Holst, será CEO do grupo, Per-Mattias Nordkvist (outro dos cofundadores) manterá a sua posição como sócio-gerente na Suécia e José Balça como sócio-gerente em Portugal.

Esta fusão é uma grande oportunidade para escalarmos as nossas operações em Portugal. Juntos, teremos meia centena de colaboradores no país com forte experiência em projetos internacionais. É também uma grande oportunidade para expandirmos o nosso portefólio de serviços e experiência para os nossos clientes e para o mercado português. Este é ainda um grande momento para atrair mais talentos que queiram juntar-se a esta grande viagem e ajudar a moldar um dos mais recentes players do e-commerce na Europa”, realça José Balça, sócio-gerente da Improove em Portugal, citado em comunicado.

“Ambas as empresas têm recebido múltiplas ofertas ao longo dos anos. Mas, em vez de vender ou abrir capital, optámos por fazer as coisas de forma diferente, ao reclamar a propriedade. Queremos concentrar-nos nas pessoas, na preservação da nossa cultura e em atrair ainda mais talento. Ao fazê-lo, estamos a preparar-nos para vencer a batalha contra os grandes players internacionais no mercado”, diz Kasper Holst, cofundador da Impact.

EPOS/Sennheiser, Arla, Jabra, Acne Studios e Marimekko, Tiffosi, Renova e hôma são alguns dos clientes das duas empresas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Improove funde-se com a Impact e quer duplicar equipa em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião