Unicórnio francês chega a Portugal e capta ronda de investimento de 276 milhões

O Back Market quer mudar a forma como os portugueses compram dispositivos eletrónicos. Em breve, abrirá também portas na Grécia, Suécia, Eslováquia e Canadá.

O Back Market, a primeira plataforma dedicada a produtos recondicionados, vai entrar no mercado português com uma nova ronda de investimento no valor de 276 milhões de euros, liderada pela General Atlantic, com o apoio da Generation IM e dos atuais investidores Aglaé Ventures, Eurazeo, Goldman Sachs Growth Equity e daphni.

Com esta ronda de financiamento, o Back Market quer consolidar e desenvolver a posição de líder em dispositivos eletrónicos recondicionados. Além disso, eleva a empresa ao território dos unicórnios, passando a valer 2,7 mil milhões de euros (3,2 mil milhões de dólares).

O CEO do Back Market, Thibaud Hug, explica que o objetivo vai muito mais além de tornar a tecnologia recondicionada uma alternativa. “Queremos torná-la a primeira escolha para compras de dispositivos eletrónicos. O apoio e a confiança destes fundos, juntamente com a nossa crescente base de clientes, marca um importante passo no percurso do Back Market, mas mais importante ainda, no setor dos produtos recondicionados”.

Fundadores do Back Marketjulie glassberg

A General Atlantic, que lidera a ronda de investimento, está “muito entusiasmada” por apoiar o Back Market, considerando “um negócio com impacto que está a redefinir o mercado dos eletrónicos recondicionados em todo o mundo. O Back Market construiu uma marca forte centrada na qualidade, sustentabilidade, conveniência e acessibilidade”, refere Chris Caulkin, diretor administrativo e chefe de tecnologia da EMEA da General Atlantic.

O Back Market foi uma das primeiras empresas de dispositivos recondicionados na Europa e, desde então, estabeleceu a sua posição de liderança neste mercado. Pretende continuar a reforçar a sua pegada em França, Espanha e no resto da Europa, anunciando agora a entrada no mercado português.

A empresa quer mudar a forma como os portugueses compram dispositivos eletrónicos, tendo como missão fomentar e facilitar o acesso a estes produtos recondicionados.

No início de 2021, o Back Market já tinha anunciado um investimento de 25 milhões de euros para operações na Alemanha, tendo utilizado estes fundos para recrutar para o crescimento do mercado alemão e garantir uma posição ainda mais decisiva em países estratégicos.

Recentemente, a marca foi lançada na Finlândia, Irlanda e Japão, tendo levado as operações da empresa a um total de 13 países. Em breve, abrirá também portas na Grécia, Suécia, Eslováquia e Canadá.

O Back Market é líder mundial no mercado de tecnologia renovada e emprega 480 funcionários. A empresa vende aparelhos eletrónicos recondicionados de alta qualidade e conta com quase cinco milhões de clientes em todo o mundo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Unicórnio francês chega a Portugal e capta ronda de investimento de 276 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião