Cubyn capta 35 milhões de euros e lança serviço logístico em Portugal

Abertura do armazém de 10.000 metros quadrados perto de Madrid vai servir o mercado ibérico com tecnologia que reduz custos padrão da indústria em 30%.

Fundadores da Cubyn, que entra no mercado português em abril de 2021.

A Cubyn, startup com base em Paris, prepara-se para abrir um novo armazém de 10.000 metros quadrados perto de Madrid, que vai permitir à empresa servir os mercados português e espanhol. O anúncio surge na sequência de uma ronda de financiamento de 35 milhões de euros, levantada pela empresa de logística on-demand e liderada pela Eurazeo e pela Bpifrance Large Venture, com novas participações da First Bridge Venture, Fuse Venture Partners, e subsequente financiamento por parte da DN Capital, 360 Capital, Fundo BPI Smart Cities e BNPP Développement.

Portugal e Espanha juntos seriam um dos cinco principais mercados de e-commerce da Europa, embora ainda tenham um longo caminho a percorrer em termos de maturidade logística. Deixa-nos, assim, com muitas oportunidades para desenvolver os nossos negócios nesta região. Além disso, hoje já são países-chave nos nossos fluxos de transporte marítimo transfronteiriços”, explica o cofundador e CEO da Cubyn, Adrien Fernandez-Baca, citado em comunicado.

A operação da empresa em Portugal e Espanha arranca já em abril. Seguem-se Itália, Reino Unido e Alemanha como próximos mercados.

Com um valor estimado mundialmente em 500 mil milhões de euros, o mercado do setor da logística integral na área do comércio eletrónico levou a Cubyn a criar uma tecnologia para agilizar as operações logísticas de comerciantes, desde apps na internet à otimização avançada por meio de algoritmos e robótica ao serviço dos armazéns. O posicionamento desta solução permitiu à startup aumentar o seu valor bruto de mercadorias, de 30 para 250 milhões de euros em 2020.

Portugal e Espanha juntos seriam um dos cinco principais mercados de e-commerce da Europa, embora ainda tenham um longo caminho a percorrer em termos de maturidade logística.

Adrien Fernandez-Baca

Cofundador e CEO da Cubyn

A tecnologia criada pela Cubyn, usada por grandes plataformas comerciais como a Fnac, a Backmarket ou a Rakuten, reduz os custos-padrão da indústria em 30%, de acordo com dados revelados pela startup. Em 2020, as receitas da Cubyn cresceram oito vezes, e a empresa planeia aumentar a equipa para o dobro e chegar aos 170 trabalhadores em 2021.

“Vemos aqui uma grande oportunidade de criação de uma rede de logística neutra, económica e eficiente na área do comércio eletrónico. 15% do valor bruto de mercadorias transacionadas por via de comércio eletrónico a nível global vão para a logística. Ainda hoje, continua a não existir uma solução de logística eficiente e escalável para além daquelas que são oferecidas por mercados isolados“, assinala o CEO, acrescentando:A Cubyn está a revolucionar o mercado tradicional de serviços logísticos integrais a terceiros na área do comércio eletrónico, oferecendo um serviço melhor, mais rápido e internacional a um preço 30% menor”.

Fundada em 2014 por Adrien Fernandez-Baca e Mathieu Lemaire, a Cubyn levantou já 55 milhões de euros de financiamento e emprega atualmente 85 pessoas em todo o mundo. Desde o início do negócio, a startup processou mais de cinco milhões de envios a partir dos seus armazéns em Paris.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Cubyn capta 35 milhões de euros e lança serviço logístico em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião