VdA perde sócio da África Francófona e mais dois advogados

O sócio Matthieu Le Roux, o of counsel Olivier Bustin e Aliénor Fournier Montgieux, da equipa do mercado da África Francófona da VdA, integraram a firma Pinsent Masons, em Paris.

Três advogados da equipa da África francófona da VdA saem do escritório português para a firma Pinsent Masons. A Advocatus sabe que os advogados são Olivier Bustin, Matthieu Le Roux (ambos ex-Miranda) e a advogada Aliénor Fournier Montgieux.

A saída dos três advogados foi confirmada pelo escritório de João Vieira de Almeida. Mas não foi referido se mais algum profissional sai com a equipa.

Matthieu Le Roux integrou a VdA em 2015 e assumia o cargo de sócio, estando responsável área de Jurisdições OHADA. Ou seja: o mercado da África Francófona da VdA. O advogado coordenava a parceria com a Core Africa Lawyers, uma das mais reputadas firmas de advogados dos Camarões.

Olivier Bustin era o número dois do mercado VdA da África francófona tem trabalhado em diversas operações desde 2015. O advogado foca a sua prática nas áreas de negociações de contratos, fusões e aquisições, finanças, parcerias Público-Privadas e projetos de infraestrutura, principalmente em conexão com o setor de energia e recursos naturais na África Francófona.

Já a advogada Aliénor Fournier Montgieux reforçou a equipa da firma liderada por João Vieira de Almeida em 2020, enquanto consultor internacional. E era a única desta equipa que não vinha passou da Miranda para a VdA.

No post do Linkedin, Olivier Bustin assume esta mudança e diz mesmo que todos os escritórios parceiros que com ele trabalhavam, ‘passam’ com este ex-sócio para a Pinsent Mansons, escritório sediado em Paris.

Através da VdA Legal Partners, a VdA Academia marca presença internacional em Angola, Cabo Verde, Camarões, Chade, Congo, República Democrática do Congo, Guiné Equatorial, Gabão, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

A presença internacional da VdA Academia proporciona ainda um conhecimento da legislação da Organização para a Harmonização do Direito Empresarial em África (“OHADA”), permitindo à VdA trabalhar no contexto dos 17 países que aderiram à OHADA, seis dos quais – Camarões, Chade, Congo, Gabão, Guiné Equatorial e República Democrática do Congo – são jurisdições nas quais a VdA Academia tem presença, segundo o site do escritório.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

VdA perde sócio da África Francófona e mais dois advogados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião