China vai acabar com subsídios para a compra de veículos elétricos

  • Lusa
  • 1 Janeiro 2022

Incentivos à aquisição de veículos elétricos sofrem corte de 30% a partir de janeiro e deixam de existir no final do ano, quando o país espera ter 18% da frota automóvel sem motor de combustão.

A China vai suprimir os subsídios para a compra de veículos elétricos e híbridos no final deste ano, avançaram as autoridades, que justificiam a decisão com as vendas firmes no setor.

Em nota divulgada na sexta-feira, o Ministério da Finanças anunciou que esses subsídios às compra serão reduzidos em 30% desde o início de 2022, antes de desaparecerem totalmente no final do ano.

“Dado o desenvolvimento da indústria de veículos de nova energia, a tendência de vendas e a transição progressiva dos fabricantes [automóveis], os subsídios […] terminarão em 31 de dezembro de 2022”, disse o Ministério.

As vendas dos chamados veículos limpos eclodiram na China, com aumentos de mais de 100% registados nos últimos meses. Espera-se que esses veículos representem 18% das vendas totais em 2022, segundo estimou a Associação Chinesa de Fabricantes de Automóveis (CAAM) na semana passada. Em 2019, representavam apenas 5% do total de vendas.

Segundo a CAAM, 27,5 milhões de veículos (comerciais ou particulares) devem ser vendidos este ano, depois dos 26,1 milhões vendidos em 2021, um aumento de 5,4%. Os veículos limpos representariam 5 milhões de unidades desse total.

A China tem como objetivo ter em 2035 um parque automóvel composto principalmente pelos chamados veículos não poluentes.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

China vai acabar com subsídios para a compra de veículos elétricos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião