Chubb paga 800 milhões a vítimas de abuso sexual na Boys Scouts of America

  • ECO Seguros
  • 3 Janeiro 2022

O desembolso do grupo segurador resulta de um acordo de princípio com a The Boys Scouts of America no âmbito do processo de abuso sexual de menores na organização americana de escuteiros.

A Chubb Ltd, através da sua subsidiária Century Indemnity Co, acordou com a The Boys Scout of America (Boys Scout) pagar 800 milhões de dólares ao fundo de indemnização às vítimas de abuso sexual de menores no seio da organização de juventude. Em troca, a companhia (e filiais) ficam livres de novas responsabilidades decorrentes das apólices de seguro vendidas à organização.

Com o desembolso da Chubb, por conta dos seguros que expunham empresas do grupo à organização de escuteiros, os recursos reunidos para indemnizar os sobreviventes do escândalo deverão ultrapassar um total de 2,6 mil milhões de dólares, estima a Boys Scout, antecipando que espera mais contribuições para o fundo de compensação e aliviar a situação financeira da associação, entretanto tornada insolvência ao abrigo da lei de falências dos EUA (Chapter 11).

O acordo entre a seguradora e Boys Scout (BSA) resulta de negociações com diversos advogados representantes do grosso dos pedidos de indemnização apresentadas por mais de 82 mil afetados e sobreviventes do escândalo e que empurraram a organização para um pedido de falência, declarada em fevereiro como meio travar o número crescente de processos judiciais contra a organização de escotismo.

A Chubb confirma que o “acordo de princípio” alcançado libertará as subsidiárias do grupo de quaisquer outras responsabilidades face à BSA. O impacto financeiro do pagamento nas contas será atenuado por reservas e resseguro, acrescenta uma nota no sítio eletrónico da companhia.

Esperando que o entendimento alcançado seja aprovado pelo tribunal de insolvências, a compensação da seguradora reforçará os cerca de 1,8 mil milhões de dólares que a associação já conseguiu obter, incluindo o desembolso de outra seguradora (Hartford); recursos próprios da organização; contribuições das secções locais da BSA e apoio da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Chubb paga 800 milhões a vítimas de abuso sexual na Boys Scouts of America

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião