Eco do Dinheiro. Como obter o certificado energético e quais os benefícios?

O certificado energético é obrigatório nos edifícios novos e na venda e arrendamento de edifícios antigos. Saiba como funciona e quais as vantagens de o ter.

  • Como obter o certificado energético da habitação e quais os benefícios? Veja o vídeo:

O certificado energético é obrigatório nos edifícios novos e na venda e arrendamento de edifícios antigos. A avaliação é feita por peritos e os imóveis são classificados numa escala que vai de A+ (muito eficiente) a F (muito pouco eficiente), determinada em função de vários critérios:

  • As características do edifício, como a localização e ano de construção
  • Oss materiais usados para paredes, revestimentos ou envidraçados
  • E os equipamentos associados à climatização e aquecimento de águas.

A certificação tem de feita por um técnico habilitado e o custo varia em função da tipologia da casa. Quanto mais quartos tiver, mais elevado é o preço.

O processo tem várias vantagens para o dono do imóvel. O certificado indica os melhoramentos que podem ser feitos para aumentar a eficiência energética. Há também benefícios fiscais.

Pode encontrar mais informação no site da ADENE ou em portalcasamais.pt.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Eco do Dinheiro. Como obter o certificado energético e quais os benefícios?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião