Novas sondagens dão dez pontos de vantagem ao PS

Dois estudos publicados este sábado, dia do arranque oficial da campanha, dão uma margem confortável a António Costa e colocam o Chega à frente do Bloco de Esquerda na luta pelo terceiro lugar.

A duas semanas das eleições, António Costa parece mais próximo da vitória nas eleições legislativas agendadas para 30 de janeiro, embora continue longe da maioria absoluta que o secretário-geral socialista pediu ostensivamente no final do debate contra Rui Rio.

Uma sondagem da Aximage para o JN, DN e TSF coloca o PS com 38,1% e o PSD com 28,5%. A mesma distância a rondar os dez pontos percentuais verifica-se na mais recente tracking poll diária divulgada pela CNN Portugal, que mostra ligeiras oscilações: Costa progride para 38,8% e Rio recua para 29,3%.

Também consolidada, pelo menos a avaliar por estes dois mais recentes estudos de opinião, parece a tendência para o Chega de André Ventura conquistar o estatuto de terceira força política no Parlamento (9% e 7,8%, respetivamente), à frente do Bloco de Esquerda (7,4% e 6,8%).

No trabalho da Aximage, cujo trabalho de campo aconteceu de 6 a 12 de janeiro, isto é, antes do popular debate televisivo entre António Costa e Rui Rio, seguem-se CDU (4,8%), IL (3,7%), PAN (2,1%) e CDS (1,8%). Face às eleições de 2019, os partidos que compuseram a geringonça perdem 3,7 pontos.

Já a sondagem diária da CNN Portugal coloca os liberais de Cotrim Figueiredo (4,9%) à frente da coligação do PCP com o PEV (4,6%), atribui 1,9% ao PAN e coloca o Livre (1,5%), que candidata Rui Tavares pelo círculo de Lisboa, ligeiramente à frente do CDS (1,3%) comandado por Francisco Rodrigues dos Santos.

As caravanas partidárias já aceleram em campanha pelo país, embora devido à pandemia privilegiem as ações digitais ou ao ar livre, em relação às tradicionais arrudas. Os principais partidos vão passar pela maioria dos distritos, sendo que Lisboa e Porto são as zonas privilegiadas pelas estruturas políticas para as ações de rua.

Com as estimativas do Instituto Ricardo Jorge a apontaram para que até 720 mil pessoas (7% da população) possam estar em isolamento a 30 de janeiro, quem não puder ou quiser deslocar-se às urnas nesse dia já se pode inscrever para votar antecipadamente, uma semana antes. O pedido para votar no próximo domingo, dia 23, pode ser feito até à próxima quinta-feira na plataforma Voto Antecipado ou então por via postal

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Novas sondagens dão dez pontos de vantagem ao PS

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião