Debate entre Rio e Costa atrai mais portugueses do que em 2019

O segundo duelo entre Rio e Costa captou a atenção de mais 600 mil portugueses do que no primeiro round em 2019. A duas semanas das eleições, ainda há muitos eleitores indecisos.

A maior polarização entre PS e PSD nestas eleições legislativas antecipadas de 30 de janeiro terá levado mais portugueses a ver o debate entre Rui Rio e António Costa desta quinta-feira, em comparação com o mesmo debate em 2019. Segundo os dados das audiências televisivas revelados esta sexta-feira pelo grupo Impresa (dona da SIC), o debate foi visto por 3,33 milhões de espetadores, mais 600 mil do que os 2,7 milhões de portugueses que viram o debate em setembro de 2019.

O debate transmitido em simultâneo pela RTP, SIC e TVI, assim como pelos três canais de informação do cabo (RTP3, SIC Notícias e CNN Portugal), tal como em 2019, teve um total de 3,33 milhões de espetadores, distribuídos por 1,2 milhões na SIC, 907 mil na TVI e 858 mil na RTP. A estes somam-se os valores dos canais de cabo: 166 mil na SIC Notícias, 88 mil na CNN e 17 mil na RTP3.

Durante uma hora e 15 minutos, os dois principais candidatos ao cargo de primeiro-ministro debateram sobre temas económicos como impostos e salários, Serviço Nacional de Saúde e Justiça, assim como a questão da governabilidade e estabilidade no pós-eleições. Ao contrário do que aconteceu em 2019, não está em cima da mesa a hipótese de reedição da geringonça, o que está a focar mais o debate na polarização entre PSD e PS.

Tal poderá ter levado mais portugueses a sintonizar a televisão para ouvir os dois candidatos, até porque as sondagens mostram que há uma percentagem significativa dos eleitores ainda na categoria dos indecisos. Por outro lado, o debate pode ter tido mais audiência também pelo contexto da pandemia e de ser inverno, com mais pessoas em casa, ao contrário do que aconteceu em 2019 quando o debate foi em setembro e sem pandemia.

Até ao momento, de acordo com os dados conhecidos, o debate mais visto tinha sido o de António Costa e Francisco Rodrigues dos Santos, com 1,45 milhões de espetadores, emitido na SIC.

A atenção estará agora virada para as sondagens que se venham a realizar após o debate para perceber se há algum efeito nas intenções de voto dos eleitores. Para já, António Costa continua à frente, com a sondagem da Universidade Católica a colocar o PS perto de uma maioria absoluta no melhor cenário, podendo governar com o PAN e/ou o Livre. Anteriormente, as sondagens tinham indicado uma redução da distância do PSD face ao PS.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Debate entre Rio e Costa atrai mais portugueses do que em 2019

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião