Edifício do Hospital Particular de Almada vendido à francesa Lifento

Joint-venture da Atena Equity Partners e da 3T Portugal comprou o hospital em agosto de 2021 e vendeu agora o edifício a um fundo francês da Lifento.

Menos de meio ano depois de ter sido comprado pala joint-venture da Atena Equity Partners e pela 3T Portugal, o Hospital Particular de Almada vê o edifício passar de mãos. O imóvel foi adquirido pela francesa Lifento, através do fundo Lifento Care Paneuropean, citado pela imprensa francesa como um player especializado no setor imobiliário de saúde. Desconhece-se o valor da operação.

Em agosto do ano passado, o Grupo Jocolgest vendeu este hospital a uma joint-venture constituída pela Atena Equity Partners e pela 3T Portugal, naquele que foi o primeiro investimento destes dois fundos, focados no setor da saúde. Na altura, a liderar o novo projeto que estava previsto para o edifício ficou Eduardo Moniz, partner na 3T Portugal e ex-CEO do British Hospital, e Luís Campanha, ex-administrador da Affidea.

Edifício onde funciona o Hospital Particular de Almada foi vendido à francesa Lifento.D.R.

Agora, menos de meio ano depois, esta joint-venture assinou um acordo com a francesa Lifento para vender o edifício onde funciona o hospital, revelou a compradora, em comunicado enviado esta quarta-feira. A Atena e a 3T Portugal vão, assim, ficar no edifício como arrendatárias durante 30 anos.

Os objetivos da Lifento passam por reabilitar o imóvel, aumentando a sua área para o dobro, lê-se no comunicado. Para isso, será lançado um “grande programa de desenvolvimento através da renovação dos atuais ativos e da construção de uma extensão que permitirá ao estabelecimento abranger uma área de 12 mil metros quadrados, duplicando a área atual“.

A Lifento — que conta já com mais de 200 milhões de euros em investimentos no setor da saúde na Europa — espera que o Hospital Particular de Almada se torne um “player de referência na oferta de cuidados de saúde de Lisboa”, através da criação de “novas unidades de cuidados atualmente indisponíveis” no país e de “centros de excelência” especializados em cirurgia obstétrica.

O Hospital Particular de Almada oferece aos pacientes consultas de diversas especialidades”, através de uma “ampla gama de meios complementares de diagnóstico”, nomeadamente unidades clínicas de imagiologia, medicina nuclear e atendimento médico não programado, uma unidade de cirurgia ambulatória, medicina física e reabilitação e exames de gastroenterologia, lê-se no comunicado enviado em 2021 pela Atena/3T Portugal.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Edifício do Hospital Particular de Almada vendido à francesa Lifento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião