Portugal é o quinto país da UE que consumiu mais energias renováveis em 2020

  • Joana Abrantes Gomes
  • 19 Janeiro 2022

Com uma quota de 22,1%, a União Europeia (UE) superou a meta do consumo final bruto de energias renováveis para 2020, fixada em 20%. Portugal teve uma quota de 34%, ultrapassando a sua meta nacional.

A quota de energia proveniente de fontes renováveis no consumo final bruto em 2020 na União Europeia (UE) foi de 22,1%, ou seja, cerca de dois pontos percentuais (p.p.) acima da meta para esse ano (20%). Segundo os dados publicados esta quarta-feira pelo Eurostat, Portugal ficou no quinto lugar no conjunto dos 27 Estados-membros, apresentando uma quota de 34%.

Com uma quota de 60,1%, a Suécia foi o país do bloco comunitário que teve o maior consumo final bruto de energias renováveis em 2020, excedendo em 11 p.p. a sua meta nacional. Seguem-se a Finlândia e a Letónia, que atingiram quotas de 43,8% e 42,1%, respetivamente.

Portugal (34%) ocupa o quinto lugar da tabela dos Estados-membros com maior quota de energia proveniente de fontes renováveis, tendo ultrapassado a meta nacional de 31%.

Pelo contrário, o menor consumo final bruto de energia proveniente de fontes renováveis registou-se em Malta (10,7%), no Luxemburgo (11,7%) e na Bélgica (13%).

Analisando as metas nacionais dos 27 Estados-membros da UE, apenas a França não atingiu a meta nacional de 24% que fixou para 2020, ficando-se por um consumo final bruto de energias renováveis de 19,1%, ou seja, 3,9 p.p. abaixo do objetivo definido.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal é o quinto país da UE que consumiu mais energias renováveis em 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião