Auditoria reforça maturidade da Prosegur na proteção e respeito pelos direitos humanos

A empresa de segurança já implementou 67% das 49 recomendações emitidas e outras 27% estão atualmente em desenvolvimento, revelam os resultados da auditoria realizada pela KPMG.

A Prosegur obteve um grau de cobertura do seu ambiente de controlo de 4,2 em 5, numa auditoria realizada pela KPMG em matéria de direitos humanos. A empresa de segurança assenta a sua gestão de due diligence em direitos humanos na metodologia do ciclo de melhoria contínua, permitindo-lhe identificar potenciais riscos em termos de violações dos direitos humanos, bem como a consequente identificação de oportunidades de melhoria.

“Na Prosegur trabalhamos para fazer do mundo um lugar mais seguro, mas também mais justo. Estamos empenhados em continuar a proporcionar um ambiente de trabalho digno, seguro e saudável para os mais de 150.000 trabalhadores da Prosegur em todo o mundo. Assim, de três em três anos, realizamos proativamente esta auditoria externa, com o intuito de identificar tanto os processos ou elementos a melhorar, como os que devem ser mantidos”, diz José Lourenço, diretor de recursos humanos da Prosegur Europa, em comunicado.

De acordo com as conclusões do relatório da KPMG, realizado entre junho e setembro de 2021, a empresa já implementou 67% das 49 recomendações emitidas e outras 27% estão atualmente em desenvolvimento, o que leva a consultora a concluir que a Prosegur continua a trabalhar e reforçar a proteção e respeito pelos direitos humanos.

A política de direitos humanos aplica-se a todas as filiais, atividades e linhas de negócio da Prosegur em todos os países em que está presente. Além disso, este documento está em constante evolução através das suas várias políticas de desenvolvimento, como as aprovadas ou revistas em 2021: política de diversidade e crescimento inclusivo, política de condições de trabalho e diálogo social e política de saúde e segurança no trabalho, por exemplo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Auditoria reforça maturidade da Prosegur na proteção e respeito pelos direitos humanos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião