Pestana Hotel Group garante remuneração mínima para 750 euros

Além de subir o valor mínimo de entrada, o grupo hoteleiro ampliou o pacote de benefícios, nomeadamente com consultas médicas e de apoio psicológico gratuitas e mobilidade internacional.

O Pestana Hotel Group (PHG) decidiu retomar a sua política de remuneração mínima, fixando o valor mínimo de entrada nos 750 euros brutos mensais. A este valor, que supera os 705 euros fixados pelo Governo, acresce um pacote de benefícios “competitivo” na indústria hoteleira, garante grupo. Consultas médicas gratuitas e mobilidade internacional são alguns dos benefícios que oferece aos colaboradores.

“Os recursos humanos têm sido sempre uma prioridade para o Pestana Hotel Group e, seguramente, uma das razões para a sua solidez e crescimento. Este pacote de benefícios que temos vindo a desenvolver para todos os nossos colaboradores inscreve-se numa cultura muito forte de confiança e de compromisso para com as pessoas que escolheram trabalhar e crescer connosco”, afirma José Theotónio, CEO do PHG, citado em comunicado.

José Theotónio, CEO do Pestana Hotel Group.Paula Nunes/ECO

Do pacote de benefícios do PHG faz parte o subsídio de alimentação, seguro de saúde, consultas médicas e de apoio psicológico gratuitas, iniciativas de formação e desenvolvimento, descontos em todos os hotéis e pousadas do grupo (extensíveis a colaboradores e às suas famílias) e programas de mobilidade nacional e internacional.

A empresa adotou também um regime híbrido de trabalho para os serviços partilhados.

O Pestana Hotel Group junta-se assim a outras empresas que decidiram aumentar o salário mínimo da entrada dos colaboradores, superando os valores fixados pelo Governo. É o caso do grupo DST, que anunciou também a subida da remuneração mínima atribuída para os 740 euros, bem como de retalhistas como o Ikea, Lidl ou o grupo Jerónimo Martins.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pestana Hotel Group garante remuneração mínima para 750 euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião