Portuguesa Kencko recebe dez milhões de dólares para continuar a crescer

  • ECO
  • 26 Janeiro 2022

Startup do setor alimentar completou uma ronda de capital Series A de dez milhões de dólares onde também participou o fundo português Indico Capital Partners.

A Kencko, uma startup portuguesa do setor alimentar, foi alvo de uma ronda de capital Series A de dez milhões de dólares, liderada pela Siddhi Capital, onde também participou a portuguesa Indico Capital Partners.

A empresa fundada por Tomás Froes produz smoothies e gomas a partir de plantas, pretendendo usar este financiamento para expandir o negócio a outros produtos inovadores. Com esta operação, a Kencko já recebeu 13,5 milhões de dólares em capital de risco.

Segundo o fundador, citado em comunicado, a Kencko foi capaz de vender dez milhões de saquetas de pó para smoothies, o equivalente a “660 toneladas de produtos frescos”. Há três anos no mercado, a Kencko garante ter crescido 500% no ano passado, tendo fechado 2021 com 360 mil clientes, mais 173% do que em 2020.

Stephan Morais, líder da Indico, diz seguir a Kencko desde os primeiros dias e vê uma “procura incrível pelos seus produtos de alta qualidade e conveniência”. Para o investidor, a Kencko é “outro exemplo de empreendedores portugueses com mentalidade global e operações significativas tanto em Portugal como nos EUA”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portuguesa Kencko recebe dez milhões de dólares para continuar a crescer

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião