PwC renova sede em Portugal. Tem mais de 400 posições em aberto

Consultora adotou em Portugal um modelo de trabalho híbrido, tendo o espaço de escritório em Lisboa sido adaptado a essa nova forma de trabalhar.

A PwC renovou o escritório de Lisboa da consultora, preparando-o para os 1.200 colaboradores que estão a trabalhar neste espaço em modelo híbrido. A consultora tem 400 posições em aberto para o mercado nacional, adiantou fonte oficial da PwC à Pessoas.

A consultora não adianta o valor investido na remodelação da sua sede, situada no Palácio Sottomayor, em Lisboa, levada a cabo pela portuguesa OpenBook Architecture, corporizando os contributos do inquérito realizado junto aos colaboradores da PwC para que identificassem as principais necessidades e pontos de melhoria.

“Uma grande maioria apontou a desatualização do fit-out, outrora existente, dos pontos de vista estético e da organização do espaço. Adicionalmente, questões como a elevada percentagem de espaços fechados em gabinetes e/ou sem luz natural, ausência de espaços de trabalho colaborativo e a necessidade de atualização da sinalética e brand PwC foram fatores identificados no inquérito realizado e tidos em conta nos trabalhos de remodelação”, refere a companhia.

O espaço agora remodelado reflete esses contributos. “Existe uma diversidade enorme de necessidades de ocupação do espaço dentro da PwC. E isso tem muito a ver com o tipo de trabalho que as pessoas e as equipas realizam ao longo do dia. Por esta razão, o projeto incorporou uma grande tipologia de espaços a usar: postos de trabalho em open space, salas de reunião fechadas, salas para reuniões one-to-one, phone boots, zonas de trabalho colaborativo, áreas para reuniões informais, e zonas plug-and-work“, descreve Paulo Ribeiro, partner da PwC e responsável pelo acompanhamento dos trabalhos de remodelação realizados, citado em comunicado.

“A ideia chave é que cada uma das pessoas e das equipas tenham a flexibilidade de escolher qual o espaço que melhor se adequa ao trabalho que têm para realizar durante aquele determinado dia. Por outro lado, para facilitar esta flexibilidade e otimizar a ocupação do espaço, desenvolvemos uma tecnologia que permite efetuar a gestão da ocupação desses mesmos espaços”, acrescenta.

“Outro dos aspetos identificados como muito relevantes para as nossas pessoas prende-se com o conforto térmico e acústico, com a luminosidade e com a qualidade do ar do espaço. Para além da renovação integral da nossa estrutura de AVAC, que já estava pensada, decidimos instalar um sistema que faz a monitorização online de todas aquelas dimensões. Esta monitorização contínua permitirá à equipa de office management gerir o espaço com conhecimento baseado em dados reais e definir as iniciativas que permitam aumentar os níveis de conforto, quando devidamente diagnosticado”, refere ainda o partner da PwC.

Colaboradores em regime híbrido

Composto por sete pisos, distribuído por cerca de 8.000 m2, o espaço apresenta agora um novo layout que procura acomodar um conceito de trabalho colaborativo e ágil, para um universo de 1.200 colaboradores, que adotarão um regime de trabalho híbrido, que combina tempo em casa, no escritório e nas instalações dos clientes, “flexível em função das necessidades pessoais e dos projetos.

O modelo híbrido adotado pelos cerca de 1.800 colaboradores da PwC em Portugal — a empresa tem ainda um escritório no Porto — passa por três dias no escritório e dois em casa, precisa fonte oficial à Pessoas.

E será o modelo adotado pelos futuros colaboradores que a consultora conta recrutar ainda este ano. “Neste momento, fruto do reconhecimento do talento português e do trabalho realizado no mercado pelos clientes temos mais de 400 posições em aberto“, adianta fonte oficial da PwC à Pessoas, recordando que os colaboradores em Portugal prestam serviços para outros mercados como Inglaterra ou Médio Oriente.

Os perfis pretendidos (cada qual com várias vagas) podem ser consultados na página no LinkedIn da consultora, bem como no site da empresa (na área carreiras) que para recrutar o talento está igualmente a recorrer a empresas recrutadoras a operar no mercado.

Desde janeiro que a PwC tem a operar um novo centro de excelência. O hub arranca com cerca de 100 colaboradores especialistas em projetos de transformação SAP, mas a consultora espera chegar às três centenas de colaboradores.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PwC renova sede em Portugal. Tem mais de 400 posições em aberto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião