Presidente da Fed prevê subida das taxas de juro dentro de duas semanas

Jerome Powell reafirmou que a Reserva Federal dos EUA vai avançar com a subida da taxa de juros já este mês, mas admitiu que a guerra na Ucrânia tornou as perspetivas "altamente incertas". 

O presidente da Fed entende ser “apropriado” subir as taxas de juro dentro de duas semanas, na reunião agendada para 15 e 16 de março, de forma a tentar conter a inflação. Porém, admitiu que a guerra na Ucrânia trouxe incerteza às perspetivas do banco central.

“Esperamos que venha a ser apropriado subir o intervalo das taxas de juro na nossa reunião deste mês”, sinalizará Jerome Powell num discurso que será lido na Câmara dos Deputados dos EUA esta quarta-feira, de acordo com a Reuters.

O presidente do banco central norte-americano reafirmou a narrativa de que escalada da inflação e os sinais dados pelo mercado laboral lançam as bases para este aperto da política monetária. Powell sinalizou ainda que a Fed vai avançar ainda este ano com a redução de balanço de cerca de 8,5 biliões de dólares.

Na ata da última reunião, o banco central já havia sinalizado que a subida das taxas de juro estava para breve. Contudo, não deixou pistas sobre quantas subidas poderão acontecer este ano, adiantando antes que as decisões serão tomadas reunião a reunião, em função da informação disponível.

No discurso divulgado esta quarta-feira, Powell não deixa nenhuma pista sobre o ritmo da política monetária da Fed, mas reitera que a Fed espera que a inflação diminua ainda este ano.

Não obstante, e no que toca especificamente à guerra na Ucrânia, o presidente da Fed admitiu que o conflito deu uma nova dimensão para a formulação da política monetária, aumentando a incerteza, dado que a inflação pode acelerar ainda mais, à boleia, por exemplo, da escalada dos preços da energia e das restrições em torno dos movimentos de pessoas e bens.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Presidente da Fed prevê subida das taxas de juro dentro de duas semanas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião