BRANDS' CAPITAL VERDE Desafios da descarbonização para as empresas

  • Capital Verde + EY
  • 23 Março 2022

Beatriz Varela Pinto, Manager, Manager EY, Climate Change and Sustainability Services, e Diogo Rolim Martins, Senior Manager EY-Parthenon, falam dos desafios, das estratégias e dos apoios.

Durante a próxima década, o desafio das alterações climáticas incita a uma ação urgente e concertada, a um caminho partilhado, onde os diversos atores poderão ter um papel preponderante, na transição para uma sociedade descarbonizada, através da construção e desenvolvimento de soluções, que na sua génese promovam a resiliência, inovação e sustentabilidade. Assim, torna-se fundamental a contextualização histórica e o enquadramento global, no que à matéria de clima diz respeito, onde se resume os principais marcos a nível internacional e nacional, e se demonstra a necessidade e a urgência de uma ação climática.

Enquanto instrumentos de mitigação da escassez de recursos naturais e de combate às alterações climáticas, as estratégias de descarbonização e transição energética implementadas ao nível empresarial são cada vez mais uma vantagem competitiva na forma como as empresas operam e se posicionam no mercado.

São diversos os desafios que induzem as empresas a integrarem nas suas estratégias de negócio e de operação a preocupação pela neutralidade carbónica, destacando-se:

  • Os desafios regulatórios, desde novas obrigações de reporte, evolução do Comércio Europeu de Licenças de Emissão (CELE) e novos mecanismos de carbon pricing;
  • Os desafios económicos e financeiros, incluindo a eficiência e sustentabilidade dos negócios, as novas cadeias de produção, a resposta à alteração dos padrões de consumo, o posicionamento no mercado e as novas oportunidades de financiamento/incentivos;
  • Os desafios tecnológicos e de conhecimento, desde a I&D e inovação tecnológica smart até às plataformas colaborativas e de comunicação, à atração de talento e de novas competências, às novas iniciativas empresariais e coletivas carbon neutral, à educação e consciencialização da população e ao aumento do engagement dos colaboradores;
  • Os desafios reputacionais, nomeadamente a crescente pressão dos stakeholders e investidores (e.g. Task force for Climate-related Financial Disclosure) e a cultura empresarial de maior responsabilidade social e corporativa.

"Enquanto instrumentos de mitigação da escassez de recursos naturais e de combate às alterações climáticas, as estratégias de descarbonização e transição energética implementadas ao nível empresarial são cada vez mais uma vantagem competitiva, na forma como as empresas operam, e se posicionam no mercado.”

As principais ações de descarbonização implementadas nas empresas podem ser agrupadas em sete estratégias de descarbonização. Tendencialmente, as ações mais desenvolvidas pelas empresas relacionam-se com a eficiência energética e com a captura de carbono, possivelmente justificadas por uma maior da facilidade e custo de implementação/operacionalização.

O desenvolvimento de estratégias para uma descarbonização efetiva revela-se, assim, um processo complexo para o qual é necessário determinar a priori as principais motivações e consequentes desafios que cada empresa se defrontará e para estes identificar quais os principais enablers que poderão viabilizar a aceleração de todo o processo.

Existe atualmente um conjunto alargado de instrumentos financeiros públicos nacionais e europeus que podem ser mobilizados para a promoção da descarbonização ao nível empresarial. Dos apoios ao investimento já disponíveis a nível nacional, destacam-se os avisos abertos no âmbito do PRR para a componente da descarbonização do setor industrial.

Acrescem, ainda, outras formas de financiamento também disponíveis no mercado para empresas que queiram investir na descarbonização, nomeadamente o crowdfunding (financiamento colaborativo), as green bonds (obrigações verdes) e outros instrumentos financeiros direcionados para o financiamento de capital e dívida.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Desafios da descarbonização para as empresas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião