Continente Online volta a funcionar após ataque informático

Uma semana depois de ter sofrido um ataque informático, a Sonae MC repõe o serviço de compras online e também algumas das funcionalidades da app Cartão Continente.

O Continente Online e a maior parte das funcionalidades da app Cartão Continente já foram repostos pela MC, a empresa de retalho alimentar da Sonae que no dia 30 de março foi vítima de um ataque informático.

“Já é possível comprar online, consultar e utilizar saldo; visualizar, recuperar e usar cupões, consultar movimentos, vantagens, marcas associadas e informação sobre lojas e ainda beneficiar da caderneta de selos. Contamos em breve ter disponíveis os restantes serviços da app: recuperar transações; Continente Pay e novas adesões à app”, resume.

Em comunicado enviado às redações, a empresa do grupo Sonae repete que “não há evidência de que os dados pessoais de clientes tenham sido afetados”, sublinhando que “esta constatação decorre do profundo trabalho forense que tem vindo a ser realizado nos últimos dias”.

“Os dados bancários associados ao serviço Continente Pay, Continente Online e Wells Online não estão nos sistemas da MC, pelo que esta informação não foi de todo comprometida, uma vez que é do domínio único e exclusivo das entidades financeiras”, justifica a MC.

Como o ECO noticiou na semana passada, a retalhista que detém também a Wells, a Note ou a Go Natural, diz que está a trabalhar com as autoridades nacionais e internacionais para “identificar e punir os responsáveis [pelo] ato criminoso”, que deixou inacessíveis os serviços online da marca Continente, assim como a app do Cartão Continente.

Em comunicado, a dona do Continente agradece ainda a todos os colaboradores, clientes, parceiros e concorrentes que se solidarizaram com a empresa perante este ataque. Foi o caso do Minipreço, que utilizou as redes sociais para assinalar que “quando um de nós é o alvo, somos todos”.

Há três semanas, durante a conferência de imprensa de apresentação dos resultados de 2021, questionado pelo ECO sobre o tema da cibersegurança, o administrador João Günther Amaral respondeu que o grupo “faz tudo e mais alguma coisa para [se] proteger”, ressalvando, porém, que “ninguém pode afirmar que está protegido contra todos os ataques”.

“Todas as empresas com algum destaque são atacadas diariamente e estão diariamente a defender-se. É o nosso caso. E, até à data, temos feito isso tudo com sucesso”, acrescentou, numa referência aos informáticos que já este ano atingiram outros grandes grupos, como a Impresa ou a Vodafone Portugal.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Continente Online volta a funcionar após ataque informático

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião