BRANDS' CAPITAL VERDE Millennium entre as empresas mais sustentáveis do mundo

  • Capital Verde + Millennium bcp
  • 8 Abril 2022

Em 2022, o Millennium bcp volta a integrar o The Sustainability Yearbook, que classifica as empresas no âmbito da sustentabilidade. Afinal, o que é preciso para ser uma das empresas mais sustentáveis?

Em 2022, o Millennium bcp, através das suas operações em Portugal, Moçambique e Polónia, volta a integrar o The Sustainability Yearbook, publicação de referência na área da sustentabilidade, agora editada pela S&P com base na informação recolhida nas respostas das empresas ao Dow Jones Sustainability Index.

Com uma avaliação resultante da combinação de pontos atribuídos no âmbito de critérios ESG – Environmental, Social e Governance, o Millenniumbcp é, assim, considerado uma das 700 empresas mais sustentáveis do mundo, avaliada e classificada de entre 7.500 empresas, de 61 áreas de atividade distintas. “A nossa manutenção no grupo restrito das empresas mais sustentáveis do mundo (…) é uma consequência esperada das práticas de Negócio Responsável que o Banco tem vindo a implementar e a consolidar nas dimensões social, ambiental e económica, mas também de um disclosure regular, auditado e transparente de informação não financeira”, releva o banco em comunicado.

Consulte a classificação do Millennium bcp no relatório da S&P aqui.

Esta é já a quinta vez que o banco é reconhecido neste ranking. Para o Millennium bcp trata-se de “um testemunho renovado” dos resultados que tem vindo a alcançar na “implementação da estratégia de sustentabilidade” com que se comprometeu, “das políticas que a promovem e das iniciativas que no quadro do Plano Diretor de Sustentabilidade (PDS) a materializam”.

Consolidar uma cultura de Negócio Responsável e a capacidade de influenciar positivamente a proposta de valor da organização a longo prazo, em equilíbrio com o bem-estar das pessoas, da empresa e das comunidades em que está inserida e com a preservação dos recursos naturais, do clima e do meio ambiente, continuam a constituir os objetivos essenciais das políticas de sustentabilidade definidas pelo Millennium bcp.

A nossa manutenção no grupo restrito das empresas mais sustentáveis do mundo (…) é uma consequência esperada das práticas de Negócio Responsável que o Banco tem vindo a implementar e a consolidar nas dimensões social, ambiental e económica, mas também de um disclosure regular, auditado e transparente de informação não financeira

Millennium bcp

De acordo com o relatório da S&P, e no setor da banca em particular, “muitos bancos fizeram a transição para modelos de negócio simplificados e concentraram-se cada vez mais nos princípios fundamentais da ética e da confiança dos clientes”. Isto em resposta a um maior escrutínio regulamentar. Além disso, para por em prática a sua estratégia empresarial, os bancos de referência “estão a utilizar esquemas de capital humano bem concebidos para promover conjuntos de competências adequadas e ajudar a melhorar a atração e retenção de talento, o que é da maior importância dada a transição digital do setor”, pode ler-se no The Sustainability Yearbook 2022.

Também a confidencialidade dos dados dos clientes é uma preocupação crescente do setor, de forma a minimizar o risco cibernético. “Além disso, nos esforços para apoiar a transição para modelos empresariais mais sustentáveis e a adesão aos desenvolvimentos regulamentares em finanças sustentáveis, os bancos estão a tornar-se cada vez mais proativos e transparentes, permitindo aos participantes no mercado financeiro identificar melhor as atividades e investimentos sustentáveis”, refere a publicação.

O que é preciso para ser uma das empresas mais sustentáveis do mundo?

Para construir o ranking das empresas mais sustentáveis do mundo, a S&P Global analisou exaustivamente em 2021 cerca de 7.554 empresas, das quais apenas 716 viram o seu nome presente no The Sustainable Yearbook 2022. Para constar desta shortlist, as empresas “devem estar entre os primeiros 15% da sua indústria e devem alcançar um S&P Global ESG Score de até 30% da empresa com melhor desempenho da sua indústria”, explica a empresa norte-americana. A pontuação ESG da S&P Global é de 0 a 100 (melhores) e baseia-se numa “avaliação do desempenho da sustentabilidade empresarial” que tem por base 61 questionários específicos da indústria, ou seja, a classificação é feita tendo em conta apenas empresas da mesma indústria.

Como acelerar a sua empresa para um futuro sustentável? A S&P Global deixa os passos por onde deve começar, seja uma instituição financeira, governamental ou outra.

1. Estabeleça a sua linha de base

Compreenda o seu desempenho nos principais fatores de sustentabilidade ao longo de toda a sua cadeia de valor, incluindo operações comerciais e ciclos de vida dos produtos. As instituições financeiras devem concentrar-se nas suas carteiras de investimento ou empréstimos.

2. Utilize a análise de cenários

Utilize cenários prospetivos que considerem o impacto dos riscos e das oportunidades de sustentabilidade no seu planeamento empresarial e nas estratégias de investimento. Avaliar a transição climática e os riscos físicos é um bom ponto de partida.

3. Identifique oportunidades

Avalie até que ponto as suas carteiras de negócios, investimentos ou empréstimos estão alinhadas com os objetivos sociais globais, tais como os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) que se centram na criação de um impacto positivo.

4. Estabeleça metas

Considere estabelecer metas sólidas e baseadas na ciência que demonstrem o seu empenho na gestão dos riscos e oportunidades de sustentabilidade.

5. Reporte e interaja

Reporte o seu desempenho ESG aos stakeholders mais relevantes, idealmente a par dos resultados financeiros nos seus relatórios anuais. Utilize os seus resultados iniciais para se envolver com os intervenientes importantes, tais como fornecedores, clientes e empregados.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Millennium entre as empresas mais sustentáveis do mundo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião