Alemanha antecipa corte do apoio à compra de veículos híbridos e elétricos

  • Filipe Maria
  • 14 Abril 2022

Robert Habeck planeia cortar em um terço o apoio à compra de elétricos, passando de 6.000 euros para 4.000 em 2023, e para 3.000 euros em 2024-25. Objetivo é focar na proteção climática.

O Ministério da Economia da Alemanha, Robert Habeck, planeia antecipar o fim do subsídio à compra de veículos híbridos plug-in já no final deste ano, bem como cortar em um terço o apoio à compra de elétricos, a partir de 2023, avançou esta quinta-feira a Bloomberg (acesso condicionado).

A proposta pretende canalizar os atuais subsídios para a proteção do ambiente, e sobre a mesa fica a redução do apoio à compra de elétricos, de 6.000 euros para 4.000 em 2023, e para 3.000 euros em 2024 e 2025. A informação foi avançada inicialmente pelo jornal Frankfurter Allgemeine Zeitung.

“Queremos aprimorar o foco do nosso apoio aos carros elétricos e focar-nos mais na proteção climática”, disse Habeck, acrescentando que, “na nossa opinião, os híbridos plug-in são comercializáveis ​​e já não precisam de financiamento público”.

Em reação, Hildegard Mueller, líder da Associação Alemã da Indústria Automóvel, defendeu que um corte antecipado dos apoios em questão iria colocar “em risco o aumento da mobilidade elétrica e ignoraria as realidades dos consumidores na Alemanha”, visto que os híbridos plug-in são “pioneiros na transição para a mobilidade elétrica”.

Entre as críticas de Mueller, o responsável também mencionou que os apoios em questão estão vinculados à data de entrega dos veículos, o que gera incerteza entre os compradores. Esta incerteza, por sua vez, afeta o valor final no momento de compra de um carro, graças às atuais listas de espera de vários meses associadas aos problemas nas cadeias de abastecimento.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Alemanha antecipa corte do apoio à compra de veículos híbridos e elétricos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião