Ministra espanhola de Economia recusa ser fotografada em evento onde era a única mulher

Há três meses a ministra Nadia Calviño anunciou que não iria participar como oradora em eventos ou sessões fotográficas em que fosse a única mulher.

A ministra espanhola dos Assuntos Económicos e Transformação Digital, Nadia Calviño, recusou participar numa sessão fotográfica de um evento quando se deu conta de que era a única mulher, cumprindo uma promessa feita em fevereiro.

Calviño recusou participar na fotografia de grupo do evento, organizado pela organização patronal de Madrid, justificando com a vontade de manter uma promessa feita há três meses de que só iria participar em fotografias acompanhada de outras mulheres, segundo a EFE.

Em fevereiro, Nadia Calviño anunciou que iria participar em eventos onde fosse a única mulher oradora.

Nadia CalviñoEC Audiovisual Services

“Não vou voltar a estar numa fotografia em que seja a única mulher. Não vou voltar a participar num debate em que sou a única mulher”, assegurou na época a ministra, a primeira vice-primeira-ministra do Governo e uma das 14 mulheres, de um total de 23 membros, que fazem parte do Governo espanhol.

A ministra só acedeu ser fotografada, depois de Sara Molero, a secretária geral da federação, a CEIM-CEOE, se ter juntado ao resto dos organizadores, disse um porta-voz do ministério.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ministra espanhola de Economia recusa ser fotografada em evento onde era a única mulher

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião