Eurostat confirma que Portugal teve o melhor arranque de ano na Europa

Portugal foi o país com maior crescimento (11,9%) em termos homólogos no primeiro trimestre do ano e foi o segundo (2,6%) quando comparado com os três meses anteriores.

A economia portuguesa registou o maior crescimento homólogo no primeiro trimestre entre os parceiros europeus, de acordo com os dados publicados esta quarta-feira pelo Eurostat. Com uma progressão de 11,9% nos três primeiros meses do ano, Portugal superou largamente a média da zona euro (5,1%). Em segundo lugar surge a Áustria (8,7%) e em terceiro a Hungria (8%).

No entanto, quando a comparação é feita em relação aos três meses anteriores, — o que permite perceber o ritmo de evolução da economia, sem ter em conta um efeito base de um trimestre em que Portugal estava mergulhado em plena pandemia e confinamentos, — a economia cresceu 2,6%, o que o coloca em segundo lugar, superado apenas pela Roménia que cresceu 5,2%.

O Eurostat vem assim confirmar o que as Previsões da Primavera já revelavam: Portugal é o país europeu com a previsão de melhor desempenho este ano, ou seja, um crescimento de 5,8%. A Comissão reviu em alta a previsão para o crescimento económico de Portugal em 2022 em 0,3 pontos percentuais que estimava em fevereiro, antes da invasão russa à Ucrânia. Esta estimativa é superior aos 4,9% estimados pelo Governo e pelo Banco de Portugal, cuja previsão foi feita antes de se saber o comportamento do PIB no primeiro trimestre, mas também do Fundo Monetário Internacional que ontem também atualizou as previsões para Portugal (4,5%).

No primeiro trimestre deste ano, o PIB cresceu 0,3% na zona euro e 0,4% no conjunto da UE, face aos três meses anteriores, revela o Eurostat numa estimativa rápida, na qual ainda falta apurar os dados de países como Estónia, Irlanda, Grécia, Croácia, Luxemburgo, Malta, Eslovénia. Irlanda e Croácia foram as únicas que registaram uma contração económica no quarto trimestre, face aos três meses anterior, a par da Áustria que recuperou de -1,5% para um crescimento de 2,5%.

Com as economias europeias a crescer também o número de pessoas empregadas aumentou no primeiro trimestre: 0,5% na zona euro e 0,4% no conjunto da UE, revelam os dados do Eurostat. Nos últimos três meses de 2021, o emprego aumento 0,4% tanto na área do euro como na UE. Já em termos homólogos, o emprego cresceu 2,6% na zona euro e menos uma décima na UE.

(Notícia atualizada com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Eurostat confirma que Portugal teve o melhor arranque de ano na Europa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião