Casos de infeção por Monkeypox sobem para 49

  • Filipe Maria
  • 25 Maio 2022

Foram confirmados em Portugal mais dez casos de infeção pelo vírus Monkeypox, também conhecido por “varíola dos macacos”. Total de casos identificados em território nacional sobe assim para 49.

Foram confirmados dez novos casos de infeção humana pelo vírus Monkeypox em Portugal, elevando o total de casos para 49, avançou esta quarta-feira a Direção-Geral da Saúde (DGS) em comunicado. A maioria das novas infeções foi identificada na região Lisboa e Vale do Tejo, embora também haja registo de casos no Norte e Algarve. Portugal é o segundo país europeu com mais casos, sendo apenas ultrapassado por Espanha.

A entidade liderada por Graça Freitas adiantou que todos os casos confirmados incidem sobre homens entre os 26 e os 61 anos, tendo a maioria menos de 40 anos. A DGS indicou ainda que se aguardam resultados relativamente a outras amostras, tendo os novos casos sido confirmados pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

Os casos identificados mantêm-se em acompanhamento clínico, encontrando-se estáveis e em ambulatório. Estão em curso os inquéritos epidemiológicos dos casos suspeitos que vão sendo detetados, com o objetivo de identificar cadeias de transmissão, potenciais novos casos, respetivos contactos e ainda eventuais locais de exposição”, pode ler-se em comunicado da DGS.

A entidade liderada por Graça Freitas solicita ainda aos indivíduos que apresentem os seguintes sintomas a procurar aconselhamento clínico: lesões ulcerativas, erupção cutânea, gânglios palpáveis, eventualmente acompanhados de febre, arrepios, dores de cabeça, dores musculares e cansaço. Ao dirigir-se a uma unidade de saúde, as pessoas deverão também cobrir as lesões cutâneas.

No caso de doentes com sintomas suspeitos, a DGS solicita ainda aos mesmos a que se abstenham de “contacto físico direto com outras pessoas e de partilhar vestuário, toalhas, lençóis e objetos pessoais enquanto estiverem presentes as lesões cutâneas, em qualquer estadio, ou outros sintomas”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Casos de infeção por Monkeypox sobem para 49

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião