Lisboa fecha quinta sessão de ganhos puxada por BCP e Galp

O dia foi de ganhos para as principais bolsas europeias e a praça lisboeta não foi exceção. Índice de referência atinge máximos de 2015.

A bolsa nacional fechou em alta pela quinta sessão consecutiva, naquele que é o ciclo mais prolongado de ganhos desde o final de março. O sentimento positivo também é vivido entre as congéneres europeias, neste que é um dia de ganhos nas principais praças do Velho Continente. Por cá, a Galp Energia e o BCP impulsionam o desempenho do índice de referência.

O PSI somou 0,88% para 6.184,84 pontos, atingindo assim o valor mais alto dos últimos sete anos. Entre as 15 cotadas, apenas quatro ficaram em terreno negativo, enquanto as restantes registaram valorizações nesta sessão.

A Galp Energia destaca-se nos ganhos do índice de referência nacional, ao subir 2,74% para os 11,62 euros, bem como a Greenvolt, que somou 3,98% para os 7,05 euros. A empresa liderada por Manso Neto apresentou lucros de 1,3 milhões de euros no primeiro trimestre, mais 43% em relação ao mesmo período do ano passado.

o BCP avançou 2,73% para os 0,1844 euros, ajudando também a impulsionar o PSI. O banco tem sido um dos mais beneficiados com a perspetiva de subida dos juros por parte do Banco Central Europeu, que ajudará a aumentar os ganhos com a margem financeira do setor.

Entre os ganhos do PSI, nota ainda para a Altri, que somou 1,84% para os 5,80 euros, a Jerónimo Martins, que avançou 0,69% para os 19,08 euros e a EDP que subiu 0,63% para os 4,77 euros.

Por outro lado, nas quedas encontra-se a Navigator, que caiu 2,07% para os 4,06 euros nesta sessão, e a EDP Renováveis, que perdeu 0,13% para os 22,97 euros.

Já olhando para a Europa, o dia foi de ganhos. O Stoxx 600, que reúne as 600 principais companhias do Velho Continente, fechou o dia a subir 0,8%, a par com o alemão Dax. Já o francês Cac 40 avançou 0,9% e o espanhol Ibex 35 somou 1,2%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa fecha quinta sessão de ganhos puxada por BCP e Galp

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião