Tribunal dá cinco dias a Sócrates para explicar ausências no Brasil

  • ECO
  • 25 Maio 2022

O Tribunal da Comarca de Lisboa notificou José Sócrates na segunda-feira para que o ex-primeiro-ministro explique aos autos as suas viagens ao Brasil até sábado.

O Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa, acedendo ao requerimento do Ministério Público (MP), notificou José Sócrates na segunda-feira para que o ex-primeiro-ministro explique aos autos as suas viagens ao Brasil dentro de cinco dias, um prazo que termina no sábado, de acordo com o Observador.

Caso as respostas não satisfaçam o MP, o procurador Vítor Pinto poderá avançar com a promoção da reavaliação das medidas de coação impostas a José Sócrates, que está sujeito apenas à medida de coação mínima: o termo de identidade e residência. O ex-primeiro-ministro terá de dizer ao tribunal se viajou ao estrangeiro por mais de cinco dias e quantas vezes o fez desde 9 de abril e de explicar qual a razão pela qual não informou as autoridades da sua ausência nem indicou o lugar onde podia ser encontrado, segundo o jornal.

Entretanto, num artigo de opinião publicado esta quarta-feira no jornal Tal & Qual, citado pelo jornal Expresso, José Sócrates defendeu que a lei “não obriga” a que tenha de comunicar ausências de mais de cinco dias ao tribunal. E disse que não tem “mentalidade de servo” e que não se deixa condicionar pelas “ameaças dos procuradores”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Tribunal dá cinco dias a Sócrates para explicar ausências no Brasil

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião