Inflação dos EUA desacelera e anima Wall Street

Indicador de inflação preferido da Fed, que exclui alimentos e energia, e que é usado para tomar decisões de política monetária, subiu 4,9% em abril, menos do que em março.

Os principais índices de Nova Iorque estão a cotar em terreno positivo na última sessão da semana, com os investidores mais animados depois de ter sido publicado o relatório que mostra que a inflação desacelerou ligeiramente em abril face ao mês anterior.

O índice de referência financeiro, S&P 500, está a subir 0,97% para 4.097,30 pontos, acompanhado pelo tecnológico Nasdaq que valoriza 1,47% para 11.913,25 ponto. O industrial Dow Jones cresce 0,44% para 32.780,69 pontos, estando perto de pôr fim a oito semanas consecutivas de perdas.

Esta sexta-feira foram conhecidos os dados da inflação em abril, que mostraram que o indicador de inflação preferido da Fed, que exclui alimentos e energia, e que é usado para tomar decisões de política monetária, subiu 4,9% em abril, o que mostra uma desaceleração do ritmo de crescimento face aos 5,2% registados em março.

“Achamos que há uma boa hipótese de um pouco mais de força. Este é um tipo de recuperação clássica do mercado em baixa“, diz Troy Gayeski, estratega-chefe de mercado da FS Investments, citado pela CNBC.

Os investidores também continuam de olho no retalho. A Ulta Beauty sobe 11,3% para 420,67 dólares, depois de a empresa ter apresentado resultados trimestrais melhores do que o esperado. A Gap, por sua vez, está a perder 6,44% para 10,40 dólares, depois de ter revisto em baixo os lucros trimestrais.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Inflação dos EUA desacelera e anima Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião