Direto Rússia falha pagamento de dívida, mas ainda não está em default

A Rússia falhou o pagamento de dívida, segundo um comité de responsáveis e investidores, tendo violado os termos de uma linha de obrigações e arriscando assim o pagamento de muitos milhões de euros.

A Rússia já falhou o pagamento de dívida, segundo um comité de responsáveis e investidores que avalia estas questões, tendo violado os termos de uma linha de obrigações e arriscando assim o pagamento de muitos milhões de euros.

Esta quarta-feira foi ainda conhecido que o Presidente norte-americano cedeu aos apelos do seu homólogo ucraniano e deu luz verde ao envio de rockets de maior alcance para a Ucrânia.

Este armamento vai permitir “atingir com mais precisão alvos-chave no campo de batalha” e aumentar a força negocial da Ucrânia, explicou Joe Biden num artigo de opinião no The New York Times (acesso pago, conteúdo em inglês), onde alerta, contudo, que os ucranianos não devem atingir território russo com este armamento, que permite lançar rockets até 70 quilómetros.

Pouco depois deste anúncio o ministro russo da Defesa anunciou que mais de mil militares das forças nucleares iriam iniciar exercícios na província de Ivanovo, noticiou a Interfax.

Na Ucrânia, as tropas russas continuam a levar a cabo a sua ofensiva tentando assumir o controlo total da cidade de Sievierodonetsk.

Nos mercados, o petróleo segue em alta, mas o ouro, o cobre e o euro cedem.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Rússia falha pagamento de dívida, mas ainda não está em default

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião