Concertação social só volta a discutir acordo de salários em setembro

  • ECO
  • 29 Junho 2022

Desde dezembro de 2019 que está a ser preparado um acordo de rendimentos e competitividade. O início da Covid-19, contudo, alterou as prioridades e tem adiado sucessivamente os prazos.

Apenas em setembro a comissão permanente de concertação social vai voltar a discutir o acordo de competitividade e rendimento. Até lá, as discussões serão apenas ao nível de um grupo de trabalho.

“O assunto vai ser trabalhado no grupo de trabalho e quando chegarmos a um ponto com conteúdo suficiente irá à comissão permanente de concertação social (CPCS)”, adianta o secretário de Estado do Trabalho, Miguel Fontes, em declarações à edição desta quarta-feira do Jornal de Negócios (acesso pago).

Desde dezembro de 2019 que está a ser preparado um acordo de rendimentos e competitividade. O início da Covid-19, contudo, alterou as prioridades: agora, o primeiro-ministro, António Costa, contava fechar o acordo em julho de 2022 mas depois teve de atualizar o prazo para o outono.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Concertação social só volta a discutir acordo de salários em setembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião