Consumidores menos confiantes em junho

Depois de duas subidas consecutivas, indicador de confiança dos consumidores diminuiu, assim como indicador de clima económico, revela o INE.

Os consumidores estão menos confiantes em relação à economia portuguesa. Em junho, este indicador recuou para -32,5 pontos, depois da recuperação verificada nos dois meses, revelam os dados publicados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) esta quarta-feira.

A evolução observada em junho resultou do contributo negativo de todas as componentes: expectativas relativas à evolução futura da situação económica do país, da situação financeira do agregado familiar e da realização de compras importantes por parte das famílias e opiniões sobre a evolução passada da situação financeira do agregado familiar”, assim justifica o INE.

Os consumidores também antecipam mais subidas de valor dos produtos nos próximos meses: o saldo das opiniões sobre a evolução passada dos preços nos últimos 12 meses, subiu para 79,2 pontos, igualando o máximo da série estatística, registado em maio de 2008. Sobre os preços dos próximos 12 meses, o saldo subiu para 59,4 pontos, embora longe do recorde de 80,7 pontos, de março de 2022.

O indicador de clima económico desceu pelo segundo mês consecutivo, para 1,7%. A estimativa foi elaborada a partir das respostas aos inquéritos das empresas da indústria transformadora, do comércio, da construção e obras públicas e ainda dos serviços.

Nas empresas, os indicadores de confiança para a indústria transformadora, comércio e serviços melhoraram em junho. A única exceção foi o segmento dedicado à construção e obras públicas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Consumidores menos confiantes em junho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião