Inflação na Alemanha desacelera para 8,2% em junho

A taxa de inflação na Alemanha recuou ligeiramente para 8,2% em junho, naquele que foi o mês da entrada em vigor das novas medidas para colmatar a escalada dos preços.

A taxa de inflação na Alemanha recuou ligeiramente para 8,2% em junho, naquele que foi o primeiro mês em que entraram em vigor novas medidas do governo alemão para colmatar a escalada de preços.

O índice de preços no consumidor (IPC), em termos harmonizados (que permite a comparação entre países), na Alemanha desacelerou para 8,2%, segundos os dados divulgados esta quarta-feira pelo instituto nacional de estatística alemão. Os analistas consultados pela Reuters antecipam uma taxa de inflação de 8,8% em junho. Em maio, a taxa de inflação foi de 8,7%.

Recorde-se que este mês entraram em vigor na Alemanha um pacote de medidas temporárias para fazer face à escalada dos preços, entre os quais cortes dos impostos sobre o preço dos combustíveis e descontos aplicados aos transportes públicos.

Esta quarta-feira, o instituto de estatísticas espanhol revelou que a taxa de inflação em Espanha superou a fasquia dos 10% no mês de junho, para 10,2%. A forte subida dos preços dos combustíveis e dos alimentos levou à maior variação da taxa anual de inflação desde abril de 1985.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Inflação na Alemanha desacelera para 8,2% em junho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião