Lisboa contraria ganhos da Europa pressionada por BCP e Galp

O índice de referência nacional começa o dia no vermelho, não seguindo a tendência positiva das restantes bolsas europeias.

A bolsa nacional começa o dia no vermelho, contrariando a tendência positiva que se verifica nas principais congéneres europeias. O desempenho do principal índice da praça lisboeta é penalizado pelas quedas de cerca de 1% do BCP e da Galp Energia, em altura de desvalorizações nos preços do petróleo.

Pelo Velho Continente, o índice de referência Stoxx 600 valoriza 0,4%, bem como o francês CAC-40 e o espanhol IBEX-35. Já o britânico FTSE 100 soma 0,3% e o alemão DAX ganha 0,7%. Em Lisboa, a tendência é inversa, com o PSI a recuar 0,31%, para 6.035,52 pontos.

Entre as 15 cotadas do principal índice de referência da bolsa nacional, a maioria encontrava-se a negociar em terreno vermelho no arranque da sessão desta terça-feira. Agora, o sentimento começa a estar mais equilibrado entre as cotadas.

O BCP destaca-se nas quedas, ao recuar 1,15%, para 0,1550 euros. Já a Galp Energia cai 1,01%, para 10,82 euros, numa altura em que os preços do petróleo nos mercados internacionais estão a recuar.

Nota ainda para a queda de 0,69% da REN, para a descida de 0,68% da Altri e para a desvalorização de 0,21% da Navigator.

No extremo oposto, acima da linha de água, encontram-se os CTT, que somam 0,97%, para 3,11 euros, bem como a EDP Renováveis, que ganha 0,39%, para 23,31 euros. Já a casa-mãe EDP oscila entre o verde e o vermelho no arranque desta sessão.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa contraria ganhos da Europa pressionada por BCP e Galp

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião