Portuguesa Miio chega aos carregadores de carros de Espanha

Aplicação móvel para facilitar carregamentos de veículos elétricos estará presente em 3.000 postos de carga espanhóis até final deste ano. Equipa da startup portuguesa chegará aos 20 elementos.

A Miio entrou no mercado espanhol. A aplicação móvel portuguesa para facilitar os carregamentos de veículos elétricos já pode ser utilizada em 120 postos a partir desta sexta-feira — incluindo os supercarregadores da rede Ionity. O número vai crescer para 3.000 carregadores até ao final deste ano.

A solução serve para portugueses que se desloquem ao país vizinho e residentes espanhóis utilizadores de veículos elétricos. Carregamento digital e pagamento automático são opções da Miio que passam a estar disponíveis no mercado espanhol.

“O que pretendemos com este novo passo da Miio é levar para Espanha o que acreditamos já fazer bem em Portugal: simplicidade e confiança para viajar num veículo elétrico. O mercado de mobilidade elétrica europeu é altamente fragmentado e bastante diferente do português, sendo que o nosso objetivo é o de proporcionar uma melhor experiência para o consumidor, independentemente da sua nacionalidade ou local de origem”, destaca a presidente executiva e co-fundadora da empresa, Daniela Simões.

Para utilizar a aplicação, é necessário dirigir-se a um posto com o seu veículo elétrico. No local, depois de selecionar o posto e a tomada que quer usar, tem de clicar em “iniciar”.

Equipa da Miio conta atualmente com 16 elementos, todos em trabalho remoto.DR

A Miio já andava a explorar a entrada em Espanha há vários meses: no início do ano, sete elementos da empresa de Aveiro foram até Madrid de carro elétrico e…”foi uma odisseia”, escreveu na altura Daniela Simões na rede social LinkedIn.

“As aplicações não funcionam, têm erros genéricos, zero tratamento de dados e muitos deles errados. Os canais de suporte falam muitas vezes uma só língua (e que não é inglês) e são extremamente lentos a agir. Muito poucas aplicações nos permitem manter visibilidade sobre a nossa sessão e as que dão, dão apenas tempo e kWh. Ninguém nos avisa de nada, ninguém calcula preço algum”, descreveu.

A rede de postos de carregamento em Espanha está fragmentada e não há uma entidade gestora, ao contrário do que acontece em Portugal, onde existe a Mobi.E. Por conta disso, não será disponibilizada, no imediato, a ferramenta de comparação de preços no mercado espanhol.

Equipa a crescer

Atualmente com 16 trabalhadores, a equipa da Miio vai ter pelo menos mais quatro elementos até ao final deste ano — o número de contratações poderá ser reforçado.

“O reforço da equipa é essencialmente ao nível da equipa de engenharia e marketing, sendo que reforçamos a equipa também para que consigamos construir a comunidade nos países alvo, significando que queremos falar a língua nativa de cada um e não apenas inglês”, refere ao ECO fonte oficial da empresa de Aveiro.

A equipa da Miio vai manter-se em trabalho remoto porque o talento procurado “também está espalhado pelo país e pelo mundo”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portuguesa Miio chega aos carregadores de carros de Espanha

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião