LUGGit entra em Espanha e República Checa com recolha e entrega de malas

Plataforma portuguesa para bagagens dos turistas vai reforçar equipa em 2023 e prepara entrada em Itália e noutros países europeus. Para 2023 está previsto reforço da equipa.

Espanha e República Checa são os dois novos mercados da plataforma LUGGit. A startup portuguesa que recolhe, guarda e entrega as bagagens aos turistas, iniciou operações nas cidades de Barcelona e de Praga. No próximo ano, a equipa será reforçada e Itália será um dos novos países. A startup também pretende chegar a mais oito cidades europeias nos próximos dois anos.

“Barcelona é ​​​​uma das capitais mundiais do turismo que está a regressar rapidamente aos números pré-covid, com quase 12 milhões de viajantes antes da pandemia. Praga tem dimensões semelhantes a Lisboa e Porto, o que nos permite otimizar as operações tendo em conta os conhecimentos que trazemos de Portugal”, justifica o líder e cofundador da LUGGit, Ricardo Figueiredo.

Fundada em 2019, esta startup funciona nas cidades de Lisboa, Porto, Viena, Barcelona e Praga, trabalhando com mais de 1.500 apartamentos de mais de 200 empresas de gestão de alojamento local e hotéis. A solução serve sobretudo para turistas, que podem chamar um condutor (keeper), através de uma aplicação móvel, para tomar conta das malas enquanto passeia pela cidade.

Atualmente, a tecnológica dá emprego a 10 pessoas de forma direta em Portugal e trabalha com 15 a 20 motoristas, que pertencem a outras entidades. Para 2023, “já estão previstas seis contratações”, adianta à Pessoas/ECO o cofundador da LUGGit.

A startup também pretende chegar a mais oito cidades europeias nos próximos dois anos. “Espanha é claramente o próximo objetivo e vemos Barcelona como um 1.º passo nesse país. Depois temos Itália e a seguir várias cidades europeias, situadas em diversos países”, adianta Ricardo Figueiredo.

Cofundador e presidente executivo da LUGGit, Ricardo Figueiredo.DR

2022 será o primeiro ano de operação da LUGGit sem problemas com a pandemia. Nos últimos dois anos, a empresa teve a preocupação de “manter a visão a longo prazo”, com foco no “desenvolvimento de produto, melhoria de processos e de preparar para sentirmos a retoma”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

LUGGit entra em Espanha e República Checa com recolha e entrega de malas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião