Fundo Antler abre em Lisboa e Madrid para fazer mais de 30 investimentos até 2023

Sérgio Massano (sócio e diretor de expansão da Antler) e Ricardo Batista (diretor, ex-Glovo e Lola Market) são os primeiros membros da equipa ibérica deste fundo de capital de risco norueguês.

O fundo de capital de risco norueguês Antler inicia a sua atividade na Península Ibérica, com a abertura de escritórios em Lisboa e Madrid. Quer, até 2023, realizar mais de 30 investimentos ibéricos. Os portugueses Sérgio Massano (sócio e diretor de expansão da Antler) e Ricardo Batista (diretor, ex-Glovo e Lola Market) são os primeiros membros da equipa ibérica.

“O modelo da Antler é distinto porque somos uma venture capital muito prática, que está envolvida com os fundadores desde o início e queremos aplicar isso à realidade ibérica, tirando partido da qualidade do talento e de inovação que cresceu exponencialmente nos últimos anos em Portugal e Espanha. Queremos, agora, ajudar a converter esse conhecimento em produtos e empresas com um impacto transformador na economia e sociedade”, diz Sérgio Massano, citado em comunicado.

A entrada simultânea da Antler em Portugal e Espanha visa criar uma “infraestrutura comum de apoio a empreendedores”, maximizando “o potencial destes dois hubs tecnológicos, que têm tido dos crescimentos mais rápidos na Europa e começam a ter um impacto transformacional nas economias locais”. No ano passado, as startups com ADN português angariarem 1.400 milhões de euros de investimento, enquanto Espanha, que conta com onze unicórnios, angariou 4.300 milhões de euros em 2021, destaca o fundo.

“O investimento em startups em Portugal e Espanha representa apenas 27% e 67%, respetivamente, da média do investimento de capital de risco na UE em percentagem do PIB, o que significa que ainda há muito a fazer para atrair mais investimento para potenciar o talento que existe nos dois países”, destaca o diretor de expansão da Antler.

O investimento em startups em Portugal e Espanha representa apenas 27% e 67%, respetivamente, da média do investimento de capital de risco na EU em percentagem do PIB, o que significa que ainda há muito a fazer para atrair mais investimento para potenciar o talento que existe nos dois países.

Sérgio Massano

Sócio e diretor de expansão da Antler

 

“É esta oportunidade que a Antler pretende aproveitar”, acrescenta Ricardo Batista. O profissional, até recentemente ligado à Glovo, destaca o facto de o modelo da Antler ter permitido apoiar mais de 3.500 empreendedores em 21 centros empresariais em todo o mundo, dos quais apenas oito eram portugueses e 27 espanhóis. Dos projetos apoiados, 34% têm uma mulher como cofundadora e em cerca de metade o cargo de CEO é ocupado por uma mulher.

Gestora global de fundos de venture capital, a Antler apoia a criação, desenvolvimento e crescimento de startups e investe em empreendedores desde a fase de formação de equipa ou, em alguns casos, na etapa de formação da ideia.

Criada em 2017 pelo norueguês Magnus Grimeland, atual CEO, a venture capital conta com uma base alargada de investidores, desde os fundos soberanos dinamarquês e norueguês até ao cofundador do Facebook, Eduardo Saverin.

Hoje está presente em seis continentes, com investimentos em mais de 500 empresas, operando em mais de 30 setores — incluindo inteligência artificial, robótica, drones, fintech, proptech e healthtech –, com fundadores de 70 nacionalidades.

Até 2030, a Antler pretende investir em mais de 6.400 empresas, promover a criação de mais de 210 mil postos de trabalho, contribuindo com 34 mil milhões de euros para o PIB mundial e apoiando mais de um milhão de empreendedores.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fundo Antler abre em Lisboa e Madrid para fazer mais de 30 investimentos até 2023

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião