EDP Renováveis compra 70% da Kronos Solar e entra na Alemanha e Países Baixos

EDPR compra 70% da Kronos por 250 milhões de euros, que será pago à data da conclusão da transação e uma taxa de sucesso adicional a pagar durante 2023-28 dependente da capacidade solar entregue.

A EDP Renováveis comprou 70% da Kronos Solar Projects GmbH, uma empresa de desenvolvimento solar, por 250 milhões de euros. Com esta aquisição a empresa liderada por Miguel Stilwell consegue entrar na Alemanha e nos Países Baixos.

“A EDPR adquire 70% da Kronos por um preço de aquisição de 250 milhões de euros, que será pago à data da conclusão da transação, e uma taxa de sucesso adicional a ser paga durante 2023-28 que estará dependente da capacidade solar entregue pela Kronos no mesmo período”, esclarece a empresa em comunicado enviado ao mercado. “A transação também inclui uma call/put option nos outros 30% de participação minoritária, exercível de 2028 em diante, com o preço da opção a ser definido pelo estado dos projetos renováveis em desenvolvimento da Kronos à data”, acrescenta a mesma nota.

Estes 30% ainda detidos pelos fundadores da empresa que vão continuar “envolvidos na gestão diária do negócio”.

A Kronos tem um portfólio de 9,4 GW (7,5 GWac) de projetos solares em diferentes fases de desenvolvimento e localizados na Alemanha (4,5 GW), França (2,7 GW), Países Baixos (1,2 GW) e Reino Unido (0,9 GW). Dos 9,4 GW de pipeline de projetos em desenvolvimento, 0,2 GW estão prontos a construir, detalha o comunicado na CMVM.

A empresa liderada por Miguel Stilwell explica esta operação com a possibilidade de entrar no mercado alemão e holandês que “beneficiam de objetivos renováveis ambiciosos, dado o aumento da importância dada à segurança da entrega de energia e da sua independência”. Além disso, “a Alemanha, mercado doméstico da Kronos, representa cerca de 50% do portfólio de desenvolvimento solar adquirido e o seu Governo anunciou recentemente o “Easter Package” que se destaca pelos seus objetivos ambiciosos de capacidade renovável, com o objetivo de ter 360 GW de capacidade renovável instalada até 2030”. Para cumprir esta meta, a Alemanha pretende instalar 155 GW de capacidade solar, cerca de 40% das adições de capacidade solar na UE, oq ue a transformará num dos maiores mercados de capacidade solar no mundo e num dos mercados com o crescimento mais acelerado.

Ao assumir o controlo desta empresa alemã, a EDPR passa a estar presente em 12 mercados europeus, que representam mais de 90% das adições de capacidade solar esperadas na UE até 2030. Além disso, a “entrada nestes novos mercados cria oportunidades de expandir não só
em solar como também noutras tecnologias, nomeadamente em eólico através de hibridização e novo pipeline eólico, e também em hidrogénio e baterias”, explica a empresa no mesmo comunicado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

EDP Renováveis compra 70% da Kronos Solar e entra na Alemanha e Países Baixos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião