Hoje nas notícias: Cativações, seca e dívida pública

  • ECO
  • 4 Agosto 2022

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

Banco central compra 1.370 milhões de euros de dívida pública portuguesa em junho e julho deste ano. Entidades da Administração Pública que gastaram menos em bens e serviços durante a pandemia registam agora mais verbas cativadas. Cinco autarquias admitem cortes de água à população devido à seca. Saiba o que marca as manchetes da imprensa portuguesa esta quinta-feira.

BCE compra 1.370 milhões de euros em dívida portuguesa desde junho

O Banco Central Europeu (BCE) está a utilizar os montantes recebidos da amortização de títulos de dívida adquiridos nos últimos anos para comprar nova dívida emitida pelos países do sul, sendo que Portugal foi beneficiado com compras líquidas de 1.370 milhões de euros em junho e julho deste ano. A medida do BCE surge após a entidade acabar com as compras líquidas de dívida para o total da Zona Euro, embora esteja a reinvestir em dívida pública nos países periféricos, como Itália, Espanha, Grécia e Portugal, em resposta à ameaça de escalada das taxas de juro destes países e ao risco de “fragmentação” (agravamento dos spreads entre os juros destes países e as bunds alemãs, por exemplo).

Leia a notícia completa no Público (acesso condicionado).

Cativações penalizam serviços mais afetados pela pandemia

Os organismos da Administração Pública que gastaram menos na aquisição de bens e serviços em 2020, devido à pandemia e às medidas de confinamento, são os que registam agora mais verbas cativadas. Segundo os responsáveis dos organismos públicos afetados, o ano de referência para calcular se as verbas orçamentadas ultrapassam os valores definidos no passado é 2020, um ano marcado pela aplicação de medidas de restrição, sendo que a despesa para 2022 supera largamente a despesa durante a pandemia. Uma despesa está cativada quando, apesar de aprovada pelo Orçamento do Estado, fica congelada mediante autorização do Ministério das Finanças.

Leia a notícia completa no Público (acesso condicionado).

Emigrantes arriscam ficar sem acesso a jogos da Liga

A apenas um dia do arranque da Liga de futebol, a RTP ainda não chegou a acordo com a Sport TV para a transmissão de um jogo por jornada do Benfica, Porto ou Sporting na RTP Internacional. Sem um entendimento, os emigrantes portugueses espalhados pelo mundo arriscam, pela primeira vez desde que a principal competição do futebol nacional deixou de ser transmitida em Portugal em sinal aberto, ficar sem a possibilidade de assistir aos jogos das equipas portuguesas gratuitamente.

Leia a notícia completa no Correio da Manhã (acesso pago).

Lidl vai “investir 200 milhões de euros” em Portugal este ano

O Lidl quer continuar a apostar em Portugal e, para isso, tem disponíveis 200 milhões de euros para investir este ano. São mais 20 milhões de euros do que no ano anterior. Deste montante, cerca de 125 milhões serão aplicados nas lojas que a cadeia tem espalhadas pelo país, desde remodelações, modernizações e novas aberturas, revelou o CEO, Alexander Frech. Também estão previstas novas contratações.

Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago).

Cinco câmaras admitem cortes de água e 23 usam autotanques

Já são cinco as autarquias a admitirem cortes de água à população, pelo menos durante a noite, numa altura de seca e de sensibilização para a escassez da água. São elas Manteigas, Mangualde, São Pedro do Sul, Tabuaço e Vale de Cambra. Há ainda mais de duas dezenas de municípios a abastecerem-se com camiões cisterna, noticia esta quinta-feira o Jornal de Notícias.

Leia a notícia completa no Jornal de Notícias (ligação indisponível).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: Cativações, seca e dívida pública

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião