Nas notícias lá fora: Boris, Pence e Musk

  • ECO
  • 10 Agosto 2022

Musk vendeu 6,9 mil milhões de dólares em ações da Tesla para financiar um potencial acordo com a rede social Twitter. Santander expande o negócio imobiliário e constrói 600 habitações.

O primeiro-ministro britânico vai deixar para o seu sucessor — Liz Truss ou Rishi Sunak — os dossiês da resposta à crise energética e do aumento do custo de vida no Reino Unido. Boris Johnson sai do cargo em setembro. E numa das últimas reações às buscas que o FBI fez à casa de Donald Trump na Florida, o seu ex-vice-presidente, Mike Pence, criticou as buscas dizendo que partilha “a grande inquietação de milhões” de norte-americanos. Já o primeiro-ministro japonês anunciou uma remodelação governamental, substituindo o irmão de Shinzo Abe, numa altura que o Executivo enfrenta uma polémica em torno das ligações políticas à Igreja da Unificação.

BBC

Boris Johnson diz que vai deixar resposta à crise energética para sucessor

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, que vai sair do cargo em setembro, diz que vai deixar para o seu sucessor os dossiês da resposta à crise energética e do aumento do custo de vida no Reino Unido. “Seja quem for [o sucessor], tenho a certeza absoluta de que vai querer fazer mais alguns anúncios em setembro e outubro sobre o que faremos no próximo período, em dezembro e janeiro”, explicou Boris Johnson. “Só quero que saibam que estou absolutamente certo de que teremos o poder orçamental e margem para cuidar das pessoas como sempre fizemos”, acrescentou o ainda chefe de Governo durante um evento em Downing Street. Liz Truss, atual ministra dos Negócios Estrangeiros e candidata a suceder a Boris Johnson, prometeu reduzir os impostos, enquanto o antigo ministro das Finanças Rishi Sunak optou por querer subsidiar as famílias mais vulneráveis.

Leia a notícia completa na BBC (acesso livre, conteúdo em inglês)

CNBC

Pence critica buscas do FBI e tribunal manda Trump entregar declarações fiscais

O ex-vice-presidente de Donald Trump, Mike Pence, criticou as buscas feitas pela polícia federal (FBI, na sigla em inglês) à propriedade de Trump em Mar-a-Lago, no estado da Florida. “Partilho a grande inquietação de milhões de americanos depois da busca sem precedente na residência privada do Presidente Trump”, escreveu Pence na rede social Twitter.

Os conservadores foram unânimes em criticar uma “perseguição política”. Pence, cuja reação foi das mais tardias, considerou que os “atos” do FBI “minam a confiança do público no sistema judicial”. Pence e Trump distanciaram-se depois de aquele ter recusado opor-se à certificação da vitória de Joe Biden na eleição presidencial de 2020, apesar dos pedidos de Trump.

Leia a notícia completa na CNBC (acesso livre, conteúdo em inglês)

Financial Times

Musk vende 7 mil milhões de dólares em ações da Tesla antes de batalha judicial com Twitter

O presidente executivo da Tesla, Elon Musk, vendeu 6,9 mil milhões de dólares em ações da fabricante de carros elétricos, justificando que os fundos podem ser utilizados para financiar um potencial acordo com a rede social Twitter caso perca a batalha judicial com a plataforma. “No caso (espero que improvável) de o Twitter forçar que se feche este acordo e alguns parceiros de capital não tiverem capacidade de resposta, é importante evitar uma venda de emergência das ações da Tesla”, explicou o bilionário num tweet.

No início de julho, Musk rasgou o acordo firmado a 25 de abril para comprar o Twitter por 44 mil milhões de dólares. A empresa do passarinho azul processou Musk para o forçar a concluir a transação, rejeitando a acusação de que fora enganado relativamente ao número de contas spam na plataforma da rede social. As duas partes vão encontrar-se no tribunal a 17 de outubro.

Leia a notícia completa no Financial Times (acesso pago, conteúdo em inglês)

CincoDías

Santander constrói casas através da filial LandCo

A filial do Grupo Santander dedicada à gestão de solos, LandCo, abriu um novo negócio de promoção de habitações, que se junta assim à Metrovacesa, onde é acionista maioritário, na área da promoção imobiliária. “Durante o exercício de 2021, a sociedade começou a desenvolver uma nova atividade de promoção imobiliária nos terrenos onde existia interesse imobiliário”, escreve o banco no relatório e contas de 2021, apresentado recentemente no Registro Mercantil. Presentemente, a LandCo está a desenvolver 18 projetos num total de 600 habitações em diferentes níveis de desenvolvimento e nos próximos meses a empresa espera iniciar mais 250 habitações.

Leia a notícia completa no CincoDías (acesso livre, conteúdo em espanhol)

Reuters

Primeiro-ministro japonês remodela Governo, nomeia novo ministro da Defesa

O primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, anunciou uma remodelação do Governo, incluindo um novo ministro da Defesa, numa altura que o Executivo enfrenta uma polémica em torno das ligações políticas de um grupo religioso. Shinzo Abe foi assassinado a 8 de julho por um homem que, segundo a polícia, confessou ter matado o antigo primeiro-ministro devido a rumores que o associavam à Igreja da Unificação. A semana passada, Kishida anunciou que iria pedir a todos os ministros que esclarecessem possíveis ligações com este grupo religioso, também conhecido como “seita da lua”. O primeiro-ministro decidiu mudar 14 dos 19 cargos principais do seu executivo, incluindo a substituição do ministro da Defesa, Nobuo Kishi, irmão de Shinzo Abe, oficialmente por motivos de saúde. Kishi revelou que membros da Igreja da Unificação tinham servido como voluntários nas suas campanhas eleitorais.

Leia a notícia completa na Reuters (acesso livre, conteúdo em inglês)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nas notícias lá fora: Boris, Pence e Musk

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião