Sonae vende 50% do Universo ao Bankinter por 19 milhões de euros

Operador de crédito ao consumo vai passar a ser detido a meias pela Sonae e pelo Bankinter, numa transação estimada em 19 milhões de euros, mais cinco milhões adicionais em cinco anos.

A Sonae SON 1,61% chegou a um acordo para vender 50% do Universo ao Bankinter Consumer Finance, formalizando, deste modo, uma parceria “para a criação de um operador líder em crédito ao consumo em Portugal“, anunciou o grupo num comunicado via Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). Pela participação, o Bankinter vai pagar “um valor estimado de 19 milhões de euros” e ambas as instituições ficam com “partes iguais” no capital da empresa.

“A transação tem subjacente um valor de capitais próprios do Universo de cerca de 45 milhões de euros”, acrescenta o grupo liderado por Cláudia Azevedo numa nota de imprensa, notando que o Universo tem “mais de um milhão de clientes e uma carteira de crédito de, aproximadamente, 400 milhões de euros”. No ano passado, o volume de negócios ascendeu a 30 milhões, sublinha.

Além dos 19 milhões de euros que o Bankinter vai pagar por metade do Universo, a Sonae indica que “o acordo prevê ainda o pagamento de até cinco milhões de euros adicionais, contingente e diferido por cinco anos após a conclusão da transação”. “A criação desta joint-venture enquadra-se na estratégia de gestão ativa de portefólio da Sonae e permite alavancar o negócio de serviços financeiros do grupo, beneficiando de um parceiro com competências complementares que vão contribuir para acelerar o seu plano de desenvolvimento”, considera a Sonae.

O negócio ainda está sujeito à “satisfação das condições usuais para uma transação desta natureza”, incluindo aprovação da Comissão Europeia. A Sonae espera concluir a operação no segundo semestre de 2023. “Os termos da transação visam a desconsolidação da atual participação de 100% da Sonae no Universo, passando a nova participação de 50% a ser registada pelo método de equivalência patrimonial. Da conclusão da transação resultará ainda o registo de uma mais-valia estimada de 12 milhões de euros”, contabiliza o grupo Sonae.

Citado em comunicado, João Dolores, administrador financeiro (CFO) da Sonae, explica que a parceria pretende alavancar “o trajeto de crescente sucesso do Universo com as competências complementares do Bankinter”. “Acreditamos que a aposta do Universo na inovação e digitalização do negócio, bem como o valor que acrescenta ao seu ecossistema de parceiros, vai ser potenciada no âmbito desta parceria e permitir ao Universo acelerar o seu desenvolvimento”, avança. Por sua vez, Alfonso Saez, diretor-geral do Bankinter Consumer Finance, afirma que o negócio permite reforçar o posicionamento no mercado português de crédito ao consumo.

O negócio com o Bankinter foi anunciado já depois da abertura das bolsas. Pelas 9h00, os títulos da Sonae na bolsa de Lisboa caíam 0,50%, para 1,001 euros por ação.

(Notícia atualizada pela última vez às 9h01)

Cotação das ações da Sonae na bolsa de Lisboa

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sonae vende 50% do Universo ao Bankinter por 19 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião