Pharol consegue baixar fatura com impostos em 205 milhões em dois dias

Ex-holding da Portugal Telecom venceu dois processos contra o Fisco e vê, assim, reduzidas as responsabilidades tributárias em mais de 205 milhões de euros em apenas dois dias.

A Pharol PHR 1,38% conseguiu uma redução da fatura com impostos de mais de 205 milhões de euros em apenas dois dias. Em causa estão dois processos que dizem respeito aos resultados de 2006 e 2007, altura em que a empresa ainda era a holding da Portugal Telecom.

Na quinta-feira, a cotada liderada por Luís Palha da Silva informou os mercados de que venceu um processo contra o Fisco relativo ao exercício fiscal de 2006, tendo conseguido uma descida da “responsabilidade tributária” de 147 milhões de euros, ficando a pagar apenas 22 milhões.

Já esta sexta-feira, a empresa voltou à carga, dando conta de que venceu outro processo contra o Fisco. Este diz respeito ao ano de 2007 e, no caso, a fatura de 35,3 milhões de euros em impostos “foi extinta”, de acordo com a empresa.

“Em termos globais, o valor de potenciais contingências fiscais para a Pharol, já considerando o processo de 2006, volta assim a reduzir-se, passando de cerca de 390 milhões de euros a 31 de dezembro de 2022 para cerca de 206 milhões de euros à data de hoje [12 de maio de 2023] (considerando já eventuais juros de mora nos processos)”, remata a Pharol.

Como notou o Jornal de Negócios na quinta-feira, o relatório e contas da Pharol relativo ao ano passado refere que as responsabilidades resultantes das contingências fiscais até 5 de maio de 2014 cabem à operadora brasileira Oi, onde a Pharol ainda mantém uma posição. Todavia, a Pharol é “solidariamente responsável” pelas mesmas.

Esta sexta-feira, as ações da Pharol caíram 1,63%, para 0,048 euros. Desde o ano passado que a empresa já não figura na primeira liga da bolsa de Lisboa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pharol consegue baixar fatura com impostos em 205 milhões em dois dias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião