• Entrevista por:
  • António Ferreira

Richad Jiva Lila (Génération Portugal): “Somos um serviço de excelência”

Com 300 colaboradores dedicados à gestão e acompanhamento de planos Previdência e Saúde, a sucursal da Génération em Portugal quer recrutar mais 150 pessoas este ano.

Richad Jiva Lila, Diretor da Génération Portugal: “Colocamos a excelência do capital humano ao serviço dos nossos clientes.”Hugo Amaral/ECO

Constituída em 1996, com ambição de se tornar referência na gestão de seguros de pessoas em França, a Génération é empresa irmã da corretora Verlingue Portugal (grupo Adelaïde), está há sete anos em Portugal e opera um centro de serviços instalado no Parque das Nações, em Lisboa. ECOseguros conversou com Richad Jiva Lila, Diretor da Génération Portugal, e Sofia Martins, Diretora de Recursos Humanos (RH).

Gerindo a experiência de 2,1 milhões de beneficiários e cerca de mil milhões de euros de prestações pagas anualmente nas contas dos segurados, na Génération “colocamos a excelência do seu capital humano ao serviço dos nossos clientes” afirma o Diretor da sucursal em Portugal, explicando que a empresa garante know-how de gestão “que permite cumprir os compromissos assumidos e fornecer a todos soluções claras, fiáveis e inovadoras.” Com investimento estimado de 3,2 milhões de euros desde o seu estabelecimento em Portugal, a Génération não está sujeita à exigência de registar atividade junto do regulador (ASF). Faz acompanhamento de segurados e beneficiários de planos Previdência e Saúde de clientes (empresas, seguradoras, corretores, portadores de riscos e profissionais de saúde), gerindo uma carteira que é toda contratualizada em França, disse ao ECOseguros.

Porquê Portugal e quais os objetivos da Génération?

A escolha de Lisboa “corresponde a uma proximidade geográfica e cultural com a França e constitui um mercado de emprego francófono com elevado potencial,” desenvolve o Diretor da Génération Portugal que, antes de vir dirigir a sucursal portuguesa da empresa, exerceu funções de Direção no Banco do Canadá.

Fazemos a gestão de toda a vida do contrato, desde a adesão ao reembolso das prestações de saúde, incluindo orçamentos, tratamentos hospitalares, pagamentos aos profissionais de saúde e receção telefónica,” detalha Richad Jiva Lila.

Quando se estabeleceu em Portugal em agosto de 2015, iniciando atividade com 10 colaboradores, a empresa iniciou o processo para ganhar escala europeia, “absorver o forte crescimento da Génération e simultaneamente dar resposta a futuras oportunidades de mercado na Europa,” encarando os projetos sempre na perspetiva de se manter parte de um grupo independente e familiar.

Questionado sobre a possibilidade de estender oferta de serviços a seguradoras e empresas residentes em Portugal, o responsável afirma que esse objetivo não está, para já, nos planos da empresa, uma vez que a capacidade da Génération (em Lisboa) tem sido absorvida pelo negócio gerado em França.

O ativo mais valioso: as pessoas

Sofia Martins, Diretora de RH na Génération Portugal: “A satisfação do cliente vai muito além da simples transação. Entregamos um serviço inigualável com simplicidade, expertise e empatia.”Génération Portugal

Atualmente com 300 colaboradores, a empresa opera em Lisboa com uma equipa composta de 20 nacionalidades, “todos perfeitamente bilingues ou mesmo trilingues no caso dos que atendem os nossos clientes em inglês” no serviço Welcome to Génération.

Sofia Martins, Diretora de Recursos Humanos (RH), aponta objetivo de recrutar este ano mais 150 pessoas, todas para serem integradas como efetivas na empresa. De outra forma, “não faria sentido apostarmos na formação de excelência nas pessoas,” reforça. Afirmando “posicionamento único de especialização na gestão de serviços de saúde para os clientes franceses de hoje e para os clientes europeus de amanhã, na Génération Portugal, “o nosso ativo mais valioso é o nosso capital humano.

A profissão de gestão de contratos de despesas de saúde “é muito orientada para a satisfação do cliente e vai muito além da simples transação. Entregamos um serviço inigualável com simplicidade, expertise e empatia,” explica. Para oferecer este nível de serviço, a empresa assegura aos novos colaboradores formação específica na gestão dos contratos de saúde franceses, através de uma “escola de formação interna”.

Agilidade para teletrabalho

Suportada em plataforma tecnológica desenvolvida internamente e em atualização constante para responder à evolução das necessidades, o objetivo da Génération é “simplificar as interações com todos os seus clientes e facilitar a utilização dos seus serviços” desenvolvendo o ‘digital’ “sem, contudo, esquecer o que permanece essencial: o acompanhamento humano,” nota a Diretora de RH.

“Oferecemos aos nossos colaboradores muitas oportunidades para que eles possam evoluir e ter êxito nas suas profissões ou transversalmente no seio da empresa. O DNA da Génération é constituído de prazer no trabalho e o pacote de remuneração é particularmente dinâmico e competitivo.” Dando importância à experiência do colaborador com uma grande flexibilidade organizacional, “a noção de talent on demand é muito importante num contexto de recrutamento dinâmico,” salienta Sofia Martins.

No auge da crise sanitária, a capacidade de resposta da Génération Portugal “foi notável.” Assumindo como prioridade a proteção e segurança dos seus colaboradores, a empresa passou para teletrabalho equipando 100% dos seus colaboradores com material informático idêntico ao do escritório, “de forma a garantir um trabalho confortável e eficiente a partir de casa”. Agora, a empresa entrou “em modo run, com um modelo híbrido de teletrabalho,” organizada em Flex-Office.

Ganhando ainda mais agilidade, a sucursal portuguesa “serve também de laboratório de inovação para vários projetos como, por exemplo, o teste que estamos atualmente a realizar com uma população de colaboradores em teletrabalho a tempo inteiro,” acrescenta Sofia Martins concluindo que a visão a médio e longo prazo é “continuar o nosso crescimento em França e em Portugal com colaboradores focados na satisfação do cliente.”

  • António Ferreira

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Richad Jiva Lila (Génération Portugal): “Somos um serviço de excelência”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião