Beyond 2017: Revolução digital em curso no setor da saúde

  • Paulo Silva
  • 25 Outubro 2017

Paulo Silva, partner da EY, aponta algumas conclusões retiradas da conferência sobre a revolução digital no setor da saúde, inserida na iniciativa Beyond 2017.

No passado dia 17 de outubro, no âmbito da iniciativa da EY Beyond Portugal Digital Revolutions, teve lugar a conferência da saúde, moderada pelo Professor Guilherme Vitorino da NOVAIMS e onde se abordou o envelhecimento ativo na perspetiva da revolução digital em curso na saúde assim como a experiência da EY nesta matéria. Para além das apresentações, a conferência incluiu também um painel de debate com a presença de vários dos oradores e ainda Rogério Henriques, Vice-Presidente da Fidelidade e Isabel Vaz, CEO da Luz Saúde.

Sara Carrasqueiro, Diretora dos SPMS, referiu o esforço de homogeneização e centralização de informação, salientou o incremento da interoperabilidade com outros países da EU, e deixou o desafio para a partilha e colaboração com outras entidades quer públicas, quer privadas.

Jim Constanzo, EY Global Health Leader, partilhou as conclusões da engagement aging summit que a EY promoveu nos EUA em 11 de Maio deste ano, a qual contou com uma enorme adesão de pessoas e organizações de todo o mundo, tendo da cimeira resultado questões e reflexões fundamentais para melhor endereçar este desafio.

João Cordeiro, Professor da ENSP, que percorreu a evolução digital com diversos exemplos desde a sequência genómica aos dispositivos médicos, e relacionando com os temas éticos que se colocam nos campos da privacidade de dados, de acesso à informação, da discriminação e da desumanização.

José Bastos, CEO da KnoK, que partilhou a solução através de uma app que permite de forma rápida e financeiramente acessível, obter os serviços de um médico escolhido pelo cliente.

Miguel Amaral, Professor Auxiliar do IST, que apresentou a temática do empreendedorismo sénior na era digital.

Da conferência resultaram um conjunto de questões chave:

  • Como mudar comportamentos de gestão da doença para prevenção da doença?
  • Como embeber o digital no contínuo de cuidados para melhorar a experiência do paciente e reduzir o desperdício?
  • Como irão as novas tecnologias erradicar as doenças típicas do fim de vida?
  • Como poderemos desenvolver um ambiente social que enderece estes novos desafios e esta “nova normal”?
  • Mas estaremos preparados para esta “nova normal”?

Nós, na EY, continuaremos a promover o debate e a desenvolver soluções que nos coloquem mais aptos como sociedade a endereçar este desafio.

(Paulo Silva é partner da EY Portugal)

  • Paulo Silva

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Beyond 2017: Revolução digital em curso no setor da saúde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião