Porsche Penthouse?

  • Helena Amaral Neto
  • 28 Outubro 2017

Já imaginou um apartamento onde o carro tem lugar de destaque, e fica em exposição, como uma verdadeira obra de arte?

É o que acontece no novo Porsche Design Tower, em Miami. Os donos dos 132 apartamentos entram em casa nos seus carros, e são levados por um elevador automático de vidro para aproveitarem as vistas panorâmicas do mar, à medida que sobem os 60 andares deste novo projeto assinado pela Porsche Design Group.

O que faz a marca de luxo automóvel pensar em quatro paredes em vez de em quatro pneus?

A Porsche Design Tower, em Miami.D.R.

É o novo triângulo amoroso no imobiliário: marca de luxo, promotor imobiliário e cliente de topo, felizes de mãos dadas. Chama-se branded real estate, e é uma forte tendência no mercado imobiliário. Várias marcas de luxo dão o seu cunho a projetos imobiliários, não só na hotelaria como, cada vez mais, na área residencial.

A Bulgari Resort and Residences está presente em Milão, Londres, Tóquio e Bali, e vai abrir este ano mais dois projetos no Dubai e Xangai. Giorgio Armani é uma marca presente na moda, acessórios, perfumaria e relojoaria, e no design de interiores com a Armani Casa. Os fãs da marca podem agora viver em casas com o estilo elegante e sofisticado do designer italiano, nos projetos que estão em construção em Beijing, nas Filipinas e na Florida (perto da Porsche Tower!). Também na Florida está a Fendi Chateau, com praia privativa, spas e serviços de concierge de luva branca, tudo assinado pela Fendi Casa.

Também a britânica Aston Martin anunciou a entrada no mundo dos “condos” com um projeto imponente no centro de Miami. São 391 apartamentos em 66 andares, dos quais oito são penthouses com piscinas privadas, que podem custar até 50 milhões de dólares.

Para as marcas de luxo, os projetos imobiliários são uma forma de diversificarem as suas áreas de negócio, alargar a base de clientes e potenciar crescimento do seu brand value. Sobretudo para as marcas automóveis, que vivem uma época de grande incerteza em relação ao futuro, com as restrições no motor de combustão e mudança para elétrico, as tendências de consumo onde os millennials e Gen Z preferem o acesso a transporte e não a posse do carro, smart cities e carros auto guiados.

Para os promotores imobiliários, é uma mina de ouro. Num mercado altamente competitivo, um projeto assinado por uma marca de luxo é um fator diferenciador crítico, que permite captar clientes milionários dispostos a pagar mais pela exclusividade da marca em sua casa. De acordo com um estudo da Frank Knight, este prémio pode chegar aos 31% quando comparado com non-branded residences. A Porsche Design Tower tem um ganho estimado para o seu promotor, Dezer Development, de 280 milhões de dólares: cerca de um terço do valor de venda do empreendimento.

Confiança na marca é o que faz o cliente avançar com a compra. Para quem tem uns milhões para comprar uma casa (seja a 1ª ou a 11ª casa), as alternativas por onde escolher são muitas. O fator crítico é o reconhecimento da marca associada ao projeto, e a confiança associada à marca. Além do privilégio de viver numa casa cujo design foi desenvolvido pelos próprios Giorgio Armani ou Donatella Versace, que supervisionam diretamente estes projetos.

Também os aficionados dos carros de luxo podem agora estar sentados nas suas salas com vista direta para o mar e para a sua Sky Garage — com paredes de vidro –- onde podem apreciar as suas obras de arte em todo o conforto.

Neste momento, ainda há uma penthouse disponível na Porsche Design Tower…pela módica quantia de 32,5 milhões de dólares…é melhor acelerar se tiver interesse.

  • Helena Amaral Neto

Comentários ({{ total }})

Porsche Penthouse?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião